Cotidiano

Médica que mandou cortar pênis do ex-noivo é investigada

Mulher é acusada de tortura e agressão contra o marido em Tremembé, São Paulo

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Médica que mandou cortar pênis do ex-noivo é investigada
fonte: g1/arquivo pessoal

A médica Myriam Priscila Castro, de 41 anos, é investigada por suspeita de tortura e agressão contra o marido em Tremembé (SP). A Polícia Civil fez buscas na casa da mulher na tarde dessa quarta-feira (2).

continua após publicidade

Além do homem, de 29 anos, duas crianças, filhos da médica, apresentavam lesões corporais, como disse a corporação ao site Metrópoles. Durante a ação, foram apreendidos, ainda, animais encontrados congelados no freezer, entre eles um cachorro, um coelho e um pássaro.

Conforme informações do g1, agentes acharam sangue no chão da casa. Segundo o homem, estudante de medicina veterinária, o sangue era em decorrência de ataques no dia anterior. A vítima contou que ele e as crianças, de 6 anos, sofriam agressões constantes, e que ele se mantinha na relação por dependência financeira.

continua após publicidade

Os ataques ao jovem eram registrados pela médica em suas redes sociais, de acordo com o site. A suspeita compartilhava vídeos humilhando o companheiro, que aparentava estar sob efeito de alguma medicação.

O Conselho Tutelar e a Polícia Técnico Científica foram acionados para acompanhar o caso. As vítimas vão passar por exames no Instituto Médico Legal (IML). Myriam não foi localizada no momento da ação.

Conforme a Polícia Civil, o caso foi registrado como tortura, lesão corporal, cumprimento de mandado de busca, matar espécimes de fauna silvestre e praticar ato de abuso a animais. As investigações seguem no Departamento Estadual de Investigações Criminais de Taubaté.

continua após publicidade

Antecedentes

Em 2013, Myriam foi presa e condenada por mandar cortar o pênis do ex-noivo, em Minas Gerais. O crime aconteceu em 2002, quando ela contratou um grupo de homens para mutilar o ex-companheiro, que havia terminado o relacionamento poucos dias antes do casamento.

As informações são dos sites g1 e Metrópoles.