Cotidiano

Média de mortes por covid continua abaixo de 500; SP reduz número de internados

Da Redação ·

O Brasil registrou 387 mortes causadas pela covid-19 nas últimas 24 horas, segundo dados reunidos pelo consórcio de veículos de imprensa, que inclui o Estadão. No País, o total de vítimas do novo coronavírus chegou a 600.880 neste sábado, 9. A média móvel semanal, que elimina distorções entre dias úteis e fim de semana continua em queda, ficando em 447. E o Estado do Amapá não relatou mortes.

continua após publicidade

O número de notificações de novos casos da doença em 24 horas foi de 115.319, fazendo com o que País alcançasse a marca de 21.665.319 de casos de infecção pela doença desde o início da pandemia. Os dados diários são reunidos pelo consórcio de veículos de imprensa, que é formado por Estadão, G1, O Globo, Extra, Folha e UOL, em parceria com 27 Secretarias Estaduais de Saúde, em balanço divulgado às 20h.

Esse balanço de óbitos e casos é resultado da parceria inédita entre os seis veículos de comunicação que passaram a trabalhar, desde 8 de junho do ano passado, de forma colaborativa para reunir as informações necessárias nos 26 Estados e no Distrito Federal. Trata-se de uma resposta à decisão do governo Bolsonaro, à época, de restringir o acesso a dados sobre a pandemia, mas foi mantida após os registros governamentais continuarem a ser divulgados.

continua após publicidade

São Paulo ainda é o Estado que lidera em registros. Mas relatou neste sábado menos de 4,2 mil internados por covid-19, menor ocupação dos últimos 18 meses e sete vezes menos que o registrado no pico da segunda onda, este ano, quando chegou a ultrapassar 31 mil pacientes com a doença.

As taxas de ocupação de UTIs também estão entre as menores, com 31,2% no Estado e 38,7% na Grande São Paulo. No decorrer da pandemia, até o momento, houve 4.382.863 casos relatados em instituições paulistas, com 150.728 óbitos.