Cotidiano

Mãe de Raquel, morta na Sapucaí, se desespera no enterro

O velório reuniu dezenas de amigos e familiares no Cemitério de São Francisco de Paula, no bairro do Catumbi

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Mãe de Raquel, morta na Sapucaí, se desespera no enterro
fonte: Reprodução/Redes Sociais

O corpo de Raquel Antunes de Silva, de 11 anos (foto em destaque), foi sepultado na manhã deste sábado (23). A garota morreu após acidente com um carro alegórico no Rio de Janeiro.

continua após publicidade

O velório reuniu dezenas de amigos e familiares no Cemitério de São Francisco de Paula, no bairro do Catumbi, na Zona Portuária.

Marcela Portelinha, mãe da menina, chegou amparada por amigos e passou mal. Grávida de três meses, ela precisou ser carregada até a capela e recebeu atendimento médico após desmaiar.

continua após publicidade

A mulher cobrou justiça pela filha. “Eu quero a minha menina”, gritou durante a cerimônia.

Acidente

Durante ensaio das escolas de samba cariocas, na noite de quarta-feira (20/4), Raquel Antunes da Silva foi atropelada por um carro alegórico na Sapucaí, no Rio de Janeiro, no primeiro dia de Carnaval na cidade. Além de ter tido as pernas dilaceradas, a criança foi prensada contra um poste.

continua após publicidade

A menina teve o primeiro atendimento ainda no posto médico da Sapucaí, entretanto, precisou ser transferida para o Hospital Municipal Souza Aguiar, no centro do Rio do Janeiro.

Dado o grave estado, ela precisou ser operada. Porém, após 36 horas, Raquel perdeu a batalha pela vida.

Com informações: Metrópoles