Cotidiano

Lote de vacinas é perdido após criança desligar disjuntor

Quase 3.000 doses de vacinas foram afetas em um posto de saúde após um menino, de 11 anos, desligar o disjuntor do local

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Lote de vacinas é perdido após criança desligar disjuntor
fonte: Divulgação/Prefeitura de Capão Canoa
Lote de vacinas é perdido após criança desligar disjuntor

Na noite do último sábado (14), um posto de saúde perdeu cerca de 2.994 vacinas contra várias doenças após um menino, de 11 anos, desligar o disjuntor do local. O caso ocorreu em Capão Canoa, no Rio Grande do Sul

continua após publicidade

De acordo com as informações da prefeitura, são doses contra a Covid-19, Influenza e outras doenças. O caso foi repasso ao Ministério de Saúde e à Secretaria de Estado da Saúde. 

Por meio de uma nota, o executivo julgou a ação como uma "atitude maldosa e infeliz". A Polícia Civil (PC) já identificou o garoto responsável por desligar a energia da unidade de saúde. 

continua após publicidade

Câmeras de segurança registraram o momento e, por das imagens, as autoridades reconheceram o criança, por conta da bicicleta e pelo cachorro que o acompanhava. 

Conforme a Justiça, por ter 11 anos, o menino é inimputável. Desta forma, não será aberto um procedimento criminal. 

"Ele viu o disjuntor, disse que não se deu conta que era do posto de saúde, e desligou de brincadeira", afirma a delegada.

continua após publicidade

Doses afetadas

A Prefeitura de Capão da Canoa afirma que, "embora as câmaras de conservação tenham bateria, a oscilação de temperatura prejudica a eficácia da vacina". Quase 3 mil doses eram armazenadas no posto de saúde.

Coronavac (2ª dose): 258 doses

continua após publicidade

Astrazeneca (2ª dose): 230 doses

Pfizer (1ª dose): 114 doses

Pfizer (2ª dose): 138 doses

Influenza: 440 doses

Vacinas de rotina: 1.814 doses (utilizadas em crianças, bebês, idosos, gestantes, adolescentes e adultos)