Líder da maior tribo indígena do Rio de Janeiro morre vítima de Covid-19 - TNOnline
Mais lidas
Ver todos

Coronavírus

Líder da maior tribo indígena do Rio de Janeiro morre vítima de Covid-19

Foto por Reprodução/TV Rio Sul
Escrito por Da Redação
Publicado em Editado em
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

Na madrugada desta terça-feira (21), o líder de uma aldeia indígena morreu vítima do novo coronavírus, em Angra dos Reis, no Rio de Janeiro. Ele era o cacique da tribo guarani Sapukai, maior tribo indígena do estado do Rio.

O cacique Domingos Venite, de 68 anos de idade, esteva desde o dia 26 de junho internado no Centro de Referência para tratamento de Covid-19.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, foi orientado a tribo para que não fosse feito um ritual de falecimento, seguindo as normas da Anvisa para a pandemia. O corpo do líder será sepultado no cemitério da aldeia, considerando as normas impostas.

De acordo com o governo municipal, cerca de 88 indígenas estão contaminados por Covid-19. Eles estão recebendo acompanhamento de médicos que atuam na Unidade de Saúde da Família da aldeia.

A prefeitura de Angra dos Reis, lamentou a morte do líder indígena e informou que ele recebeu todos os cuidados devidos para o tratamento da doença.

Com informações; G1.


Deixe seu comentário sobre: "Líder da maior tribo indígena do Rio de Janeiro morre vítima de Covid-19"

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Candidatos

Não encontramos candidatos com o filtro selecionado.