Cotidiano

Lei permite mudança de destinação de prédios sem voto unânime de condôminos

Lorenna Rodrigues (via Agência Estado) ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline

O presidente Jair Bolsonaro sancionou o projeto de lei que autoriza a mudança de destinação de edifícios ou unidades imobiliárias com a aprovação de 2/3 dos condôminos. Anteriormente, a exigência era de unanimidade para a alteração.

continua após publicidade

Em nota, a Secretaria-Geral da Presidência da República ressaltou que pesquisas recentes do setor imobiliário indicam que a procura por salas comerciais caiu nos últimos anos, principalmente com a pandemia do covid-19 e a adoção do teletrabalho.

"A partir desse cenário, percebe-se uma predisposição dos municípios a estimular a política do retrofit (requalificação) e a modificação da destinação comercial para residencial de imóveis, sendo que cidades como Rio de Janeiro e São Paulo já editaram legislações com o propósito de promover políticas publicas de recuperação urbanística, cultural, econômica e social de seus centros urbanos", completa o texto.