Kim vai à Justiça para obrigar Bolsonaro a comprar seringas - TNOnline
Mais lidas

    Cotidiano

    Cotidiano

    Kim vai à Justiça para obrigar Bolsonaro a comprar seringas

    Escrito por Da Redação
    Publicado em 06.01.2021, 19:35:00 Editado em 07.01.2021, 00:31:19
    Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.

    Após o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) anunciar a suspensão da compra de seringas para a vacinação contra a covid-19, o deputado Kim Kataguiri (DEM-SP) entrou com uma ação popular na Justiça do Distrito Federal pedindo que o governo federal seja obrigado a adquirir os insumos para iniciar a imunização da população.

    No documento, encaminhado nesta quarta-feira, 6, o parlamentar argumenta que a decisão do Planalto é inconstitucional e que cabe ao Poder Judiciário intervir diante do potencial lesivo e 'atentatório' à saúde da população.

    "Com base em uma justificativa meramente econômica, o presidente da República está negando o direito à saúde para todos os brasileiros", diz um trecho do documento.

    A petição afirma ainda que o governo negligenciou a vacinação por 'disputas políticas mesquinhas e posicionamentos que tangenciam ao delírio'. Enquanto pouco mais de cinquenta países já iniciaram imunização contra o novo coronavírus, o Brasil ainda não tem data definida para começar a vacinar.

    Mais cedo, Bolsonaro responsabilizou a indústria pelo fracasso do governo na aquisição das seringas. Ele afirmou que a compra do produto está suspensa até que 'os preços voltem à normalidade' e garantiu que Estados e municípios têm estoque suficiente para uma primeira etapa de imunização.

    "Como houve interesse do Ministério da Saúde em adquirir seringas para seu estoque regulador, os preços dispararam e o MS suspendeu a compra até que os preços voltem à normalidade", disse.

    No final de dezembro, o governo fez uma requisição de estoques excedentes de agulhas e seringas na indústria nacional. Como o Estadão revelou, o Ministério da Saúde só conseguiu lances válidos para 7,9 milhões das 331 milhões unidades procuradas pelo pregão eletrônico. Após a tentativa frustrada, a pasta iniciou as negociações de uma nova requisição. A expectativa é garantir a entrega de 30 milhões de unidades ainda este mês.

    Gostou desta matéria? Compartilhe!

    Mais matérias de Cotidiano

    Deixe seu comentário sobre: "Kim vai à Justiça para obrigar Bolsonaro a comprar seringas"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.