Mais lidas

    Cotidiano

    HISTÓRICO

    Igreja Evangélica Luterana elege bispo transgênero nos EUA

    Igreja Evangélica Luterana elege bispo transgênero nos EUA
    Foto por Meghan Rohrer via AP
    Escrito por Da Redação
    Publicado em 13.05.2021, 20:48:48 Editado em 13.05.2021, 20:48:48
    Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.

    Pela primeira vez uma pessoa transgênero não binária é eleita para um cargo de liderança em uma grande denominação cristã americana. A Igreja Evangélica Luterana dos Estados Unidos elegeu na segunda-feira (12) o reverendo Megan Rohrer para ocupar o cargo de bispo em uma região que ocupa o norte da Califórnia e o norte do estado de Nevada.

    "Luteranos declararam mais uma vez que pessoas transgênero são belas filhas de Deus", disse Rohrer em comunicado após a eleição.

    Rohrer já havia feito história em 2006, quando foi ordenado pastor luterano transgênero nos EUA.

    Em suas redes sociais, ser eleito em um cargo tão importante na Igreja Luterana é algo inspirador. "Se minha eleição confunde você, que essa confusão o inspire a reparar em todas as outras coisas maravilhosas que Deus fez que você pode ter perdido", disse.

    "O chamado de Deus se estende a mais pessoas do que você poderia esperar, em mais lugares que você poderia esperar e com mais frequência do que você poderia esperar", acrescentou.

    O sínodo de Sierra Pacific — que é a região episcopal que compreende o norte da Califórnia e o norte de Nevada — tem mais de 180 congregações com 36 mil integrantes. Cerca de 13 mil dessas pessoas participam dos cultos todos os domingos.

    Rohrer, que comandará esse sínodo pelos próximos seis anos, recebeu 209 votos contra 207 do reverendo Jeff R. Johnson, pastor da Universidade da Califórnia.

    Com informações do G1.

    Gostou desta matéria? Compartilhe!

    Mais matérias de Cotidiano

    Deixe seu comentário sobre: "Igreja Evangélica Luterana elege bispo transgênero nos EUA"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.