Cotidiano

Homem se arrepende de não ter se vacinado e morre de Covid

Humorista morreu aos 40 anos depois de contrair pneumonia nos dois pulmões

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Homem se arrepende de não ter se vacinado e morre de Covid
fonte: Reprodução/Instagram/Jino Cabrera

O comediante Christian Cabrera morreu por complicações da Covid-19 no último dia 21, aos 40 anos, nos Estados Unidos. Dias antes de falecer, ele disse para o irmão que se estava arrependido por não ter se vacinado contra a doença.

continua após publicidade

Em uma mensagem de texto durante sua internação, Christian escreveu para Jino relatando dificuldade na respiração. Ele contraiu pneumonia nos dois pulmões em decorrência da Covid.

"Não consigo respirar de novo. Eu realmente me arrependo de não ter tomado a vacina. Se eu pudesse fazer tudo de novo, eu tomaria para salvar minha vida. Estou lutando por minha vida aqui e queria que tivesse me vacinado. Está muito doloroso hoje, muito difícil de respirar. Falamos mais tarde", disse Cabrera.

continua após publicidade
Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Jino Cabrera Carnwath (@jcee.cabrera)

O comediante foi infectado pelo vírus após o Natal e foi internado no início de janeiro no hospital Sherman Oaks, em Los Angeles. Dia 14, ele escreveu uma mensagem em sua rede social dizendo que, a partir daquele dia, precisaria de oxigênio pois não conseguia mais respirar sozinho.

Christian deixa a esposa e um filho de três anos. Ele tinha um personagem de humor chamado "Melhor amigo chinês" ao lado do comediante Michael Blackson. Os dois performavam em vídeos e podcasts.

Com informações do g1.

Tags relacionadas: #COVID-19 #Estados Unidos #vacina