Cotidiano

Homem morre ao ser espancado por reclamar do preço da carne

A vítima sofreu morte cerebral

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Homem morre ao ser espancado por reclamar do preço da carne
fonte: Reprodução
Homem morre ao ser espancado por reclamar do preço da carne

Um vendedor ambulante foi agredido na frente de uma casa de carnes e, por conta da gravidade dos ferimentos, a vítima acabou morrendo na noite deste domingo (3), em Alvorada, Rio Grande do Sul. O homem, identificado como Wagner de Oliveira Lovato, de 40 anos, teve morte cerebral, segundo o jornal Metrópoles. 

continua após publicidade

Wagner foi espancado no último sábado (2) por um funcionário da casa de carnes, que estava de folga, e por um amigo dele. “Ele [Wagner] teria tido uma discussão banal. Na saída, houve uma briga. Ele tomou dois socos, se desequilibrou e bateu com a cabeça no chão. Também há relatos de que o funcionário teria chutado a cabeça dele”, disse o delegado Edimar de Souza, em uma entrevista ao Metrópoles. 

“Um dos agressores disse que a vítima saiu do estabelecimento sem comprar nada e teria falado que a carne estava cara e que não era de qualidade”, alega.

continua após publicidade

Ainda de acordo com o delegado, os responsáveis pelo crime estavam embriagados. Ambos receberam prisão preventiva. “A gente ainda vai analisar as câmeras de segurança e ouvir outras testemunhas, como o dono do estabelecimento e mais alguns funcionários”, relata Edimar de Souza.