Cotidiano

Homem é preso após usar cobra para matar esposa

Indiano foi condenado a prisão perpétua dupla após matar a esposa de 25 anos

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Homem é preso após usar cobra para matar esposa
fonte: Pixabay
Homem é preso após usar cobra para matar esposa

Um homem indiano foi condenado a prisão perpétua dupla após matar sua esposa com uma cobra. A mulher de 25 anos foi encontrada morta dentro de sua casa localizada em Anchal, Kollam, na Índia. O caso foi registrado no dia 7 de maio de 2020, mas sentença só foi divulgada esta semana. 

continua após publicidade

A polícia suspeitou de Sooraj Kumar, de 28 anos, depois que a família de Uthra (esposa), disse que ele começou a assediá-los por um dote, de cerca de US$ 20 mil (mais de R$ 100 mil) que a mulher precisava devolver, além de um carro novo. Conforme o NY Post, Kumar soltou uma cobra víbora de Russell altamente venenosa em sua esposa Uthra, deixando-a no hospital por quase dois meses, disseram os promotores ao jornal.

A mulher então, foi se recuperar na casa dos pais em Kollam, no estado de Kerala, no sul do país. Durante este período, ele conseguiu outra cobra de um tratador de cobras e a jogou em Uthra enquanto ela dormia. Dessa vez, a mordida do réptil matou o jovem de 25 anos.

continua após publicidade

Kumar se declarou inocente, mas a polícia disse que seus registros telefônicos mostravam que ele mantinha contato com tratadores de cobras e assistia a vídeos sobre cobras na internet antes do assassinato. Ainda, conforme os promotores, o indiano ficou no quarto com sua esposa depois que a cobra a mordeu e continuou sua rotina matinal no dia seguinte.

Segundo a ABC News, a família de Kumar foi acusada de conspiração depois que parte do ouro de sua esposa foi encontrado enterrado perto da casa dele, dias após o assassinato. 

Sooraj foi preso no final de 2020 e os promotores teriam pedido a pena de morte, contudo, nesta semana ele recebeu prisão perpétua dupla e ainda foi condenado a pagar uma multa de 500.000 rúpias indianas (R$ 36.372,97).

Com informações do site IG.