Mais lidas

    Cotidiano

    Maus tratos

    Homem é preso após ser acusado de matar cachorro na praia

    Homem é preso após ser acusado de matar cachorro na praia
    Foto por Reprodução
    Escrito por Da Redação
    Publicado em 19.02.2021, 16:12:49 Editado em 19.02.2021, 16:13:25
    Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.

    O advogado Zali Grilo Neiva, de 45 anos, foi preso, na tarde de quinta-feira (18/2), suspeito de matar o próprio cachorro afogado, na Praia de Copacabana, zona sul do Rio de Janeiro.

    Segundo banhistas, o homem estava com uma mulher e um buldogue francês na praia. Logo depois, Zali começou a forçar o animal a entrar no mar, com o bicho aparentando resistência.

    O advogado insistiu e o cão acabou morrendo afogado. Testemunhas chamaram Guarda Municipal do Rio. Zali acabou sendo levado para a 12ª DP (Copacabana) e preso por maus tratos.

    “Eles (Zali e uma mulher) estavam alcoolizados e o proprietário do cachorro levou o animal para o fundo do mar. O cão resistiu e não queria ir e ele, mesmo assim, forçou o cachorro a entrar e o levou para o fundo. Ele se afogou e, quando ele tirou o cachorro da água, ele já não estava mais respirando”, afirmou a tenente da Polícia Militar Greice, que atendeu a ocorrência na praia.

    Com informações de: Metrópoles 

    Gostou desta matéria? Compartilhe!

    Mais matérias de Cotidiano

    Deixe seu comentário sobre: "Homem é preso após ser acusado de matar cachorro na praia"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.