Cotidiano

Homem aterroriza ex após fim de namoro; até carro foi queimado

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Homem aterroriza ex após fim de namoro; até carro foi queimado
fonte: Reprodução UOL
Homem aterroriza ex após fim de namoro; até carro foi queimado

Um relacionamento que durou um ano se transformou em dor e noites sem dormir para uma jovem de 19 anos que mora em Itatiba, no interior de São Paulo. A garota, que conversou com exclusividade com o UOL nesta terça-feira (16), disse que, após semanas de perseguição, o ex-namorado, que está preso, sequestrou uma amiga dela na semana passada, ameaçou um tio e incendiou um carro da mãe.

continua após publicidade

O relacionamento entre a jovem, que pediu para não ter a identidade revelada, e o homem de 35 anos começou no ano passado. Alguns meses depois, após casos mútuos de traição, a relação se tornou insustentável.

"Ele me bateu com um cabo de faca no dia que falamos sobre as traições e disse que iria me matar. Quando falei que ia embora (de casa), ele fingiu desmaio, fez um escândalo, e disse que nunca mais ia me bater", disse.

continua após publicidade

Assim que a primeira discussão terminou, o homem foi até a casa da mãe dela e incendiou o veículo que ela utilizava.

Dias depois, foi até a casa de um tio, também em Itatiba, e ameaçou o homem. O ameaçado não quis dar entrevista, mas o UOL teve acesso ao boletim de ocorrência deste caso, que aconteceu em janeiro.

"O homem falava que tinha roubado um fuzil e ia matar minha família", relatou o homem à Polícia Civil. Apesar das ameaças, o suspeito não tinha arma nenhuma.

continua após publicidade

Há duas semanas, a mulher decidiu encerrar o relacionamento de vez e fugiu da casa onde vivia com o homem. E as ameaças só pioraram.

Sequestro da amiga na semana passada

Na quarta-feira passada (10), o homem comprou um chip de celular para mandar mensagem para a ex. Ele, então, se passou por outra pessoa e ofereceu um suposto trabalho à ex-mulher. No entanto, ela não aceitou e passou o telefone de uma amiga.

continua após publicidade

A jovem, de 22 anos, não quis dar entrevista à reportagem, mas o UOL teve acesso ao boletim de ocorrência.

O suspeito entrou em contato e também ofereceu o suposto emprego para trabalhar em uma chácara, na região do Campo Belo, em Campinas (SP). Eles combinaram um encontro na mesma região. Depois de rodar até a casa dele, que fica no bairro São Francisco, zona rural de Itatiba — cerca de 60km de distância, o homem contou que era ex-marido da amiga dela.

continua após publicidade

A vítima contou que o homem também disse que iria amarrar a ex-esposa em uma árvore por três dias e que voltaria para atear fogo ao corpo. Sob ameaças constantes de morte, ela acabou indo ao mercado com o rapaz, até que conseguiu mandar uma mensagem via WhatsApp para o namorado.

O homem foi preso em flagrante por cárcere privado, sequestro e ameaça. Na delegacia, não falou nada sobre o caso — prefere se manifestar apenas em juízo.

Em audiência de custódia no fim da semana passada, a prisão foi convertida para preventiva. O autor já tinha passagens por roubo, tráfico de drogas, e, quando menor, passou pela Fundação Casa por furto.

"Não acho que vou ter paz com a prisão dele. Ele mesmo dizia, quando falei que ia chamar a polícia, que 'cadeia não é prisão perpétua'. Eu tenho medo de sair de casa, não consigo dormir, comer, nem fazer nada direito", desabafa a ex-companheira.

Reportagem de Felipe de Souza Colaboração para o UOL, em Campinas (SP)