Cotidiano

Homem armado ameaça enfermeira por comprovante de vacina

O homem se apresentou como policial, mostrando distintivo e arma, e se negando a receber a dose.

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Homem armado ameaça enfermeira por comprovante de vacina
Homem armado ameaça enfermeira por comprovante de vacina

Um homem teria ameaçado enfermeiras do drive-thru de vacinação contra a covid-19, em Aracaju, no estado de Sergipe, para conseguir a comprovação de aplicação da segunda dose do imunizante, apesar de se negar a recebê-la. 

continua após publicidade

Segundo denúncia das servidoras da Saúde Municipal, o homem se apresentou como policial, mostrando distintivo e arma, e se negando a receber a D2 no último ponto de atendimento do drive, deixando o local com o cartão de vacinação preenchido com as duas doses, lote de imunizante e data, porém sem a assinatura do profissional que administra a vacina. 

De acordo com a Secretaria Municipal da Saúde (SMS), esse procedimento (a assinatura) é realizado no último ponto, porém não foi finalizado porque o usuário, informando que estaria perseguindo um veículo da frente, deixou o local. 

continua após publicidade

Ainda conforme a SMS, o homem apresentou, em todas as estações de atendimento de vacinação do drive, a documentação pessoal e o cartão de vacina com intervalo correto para a segunda dose do imunizante. 

“A Secretaria Municipal da Saúde prestou queixa do fato e já identificou o usuário. O registro de segunda dose não foi lançado no prontuário eletrônico e o cartão de vacinação não foi assinado. Dessa forma, a anotação de segunda dose realizada no cartão de vacinação não tem valor documental para apresentação em espaços públicos ou serviços que exijam comprovação de imunização”, afirma a SMS. 

A Secretaria de Segurança Pública de Sergipe (SSP), por sua vez, informa não haver servidor do órgão com o nome e o CPF apresentados no local de vacinação. O veículo utilizado no dia da ocorrência também não pertence à frota de viaturas da SSP. 

continua após publicidade

“O caso está sendo conduzido pela 1ª Delegacia Metropolitana, que adotou as medidas necessárias para intimar o envolvido”, disse a SSP, por meio de nota. 

Com informações do portal f5news.