Cotidiano

Herpes B: China registra 1ª morte por vírus raro

A vítima foi um homem, de 53 anos. Segundo um especialista, a doença tem uma taxa de mortalidade de 80%

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Herpes B: China registra 1ª morte por vírus raro
fonte: Reprodução/Pixabay
Herpes B: China registra 1ª morte por vírus raro

A China registrou a primeira morte de um humano por conta de um vírus raro, que já foi identificado em macacos. A vítima foi um veterinário, de 53 anos.

continua após publicidade

De acordo com as autoridades de saúde do país, a doença infecciosa que o homem contraiu é conhecida como vírus do macaco B ou Herpes B. Ainda conforme as autoridades, o rapaz atuava em uma instituição de pesquisa especializada em reprodução de primatas e dissecou dois macacos mortos no mês de março. 

Depois de um mês, o veterinário sentiu náuseas, vômitos, febre e morreu no dia 27 de maio. Em abril, amostras de sangue e saliva da vítima foram encaminhadas para o centro de saúde, onde os pesquisadores encontraram evidências da Herpes B. 

continua após publicidade

Essa doença prevalece em macacos, porém, é extremamente rara. Mas, é mortal quando espalhada entre os humanos. 

Segundo o especialista em doenças infecciosas da Universidade Kobe, do Japão, Kentaro Iwata, nos seres humanos, o vírus ataca o sistema nervoso central e causa inflamação no cérebro, levando à perda de consciência. Se não for tratada, há uma taxa de mortalidade de cerca de 80%.