Cotidiano

Grávida é encontrada morta dentro de mala em SP; ex confessa o crime

O homem declarou ter matado Cíntia Silva dos Santos, de 22 anos, em depoimento concedido à polícia nesta quarta-feira (22)

Da Redação ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline
Quando foi encontrada na Estrada da Volta Fria, Cíntia tinha perfurações na região do pescoço e sinais de espancament
Quando foi encontrada na Estrada da Volta Fria, Cíntia tinha perfurações na região do pescoço e sinais de espancament

O ex-namorado da jovem encontrada morta em uma mala em Mogi das Cruzes confessou ter cometido o crime, segundo a Polícia Civil, na terça-feira. O homem declarou ter matado Cíntia Silva dos Santos, de 22 anos, em depoimento concedido à polícia nesta quarta-feira (22). As informações são do g1.

continua após publicidade

O delegado seccional Paulo Henry Verduraz detalhou que o delegado Ricardo Glória esteve na unidade onde o rapaz está preso em Sorocaba por estupro e violência doméstica. "Ele confessou e informou que vinha se encontrando durante as saídas que ele vinha recebendo da justiça. Nessa última saída do feriado de Corpus Christi ele recebeu duas notícias que impactaram bastante ele. Ele recebeu a notícia que ela estava grávida e recebeu a notícia que ela estava se relacionando com o padrasto em troca de moradia. Ele ficou bastante nervoso e depois eles tiveram uma discussão e saíram de casa para eles se acalmarem. E foram para uma biqueira consumir drogas. E nesse trajeto na rua, ele encontrou uma faca e estocou ela com uma faca. Ele teria matado ela na rua e teria ocultado o corpo em uma matagal, em um primeiro momento. Teria ido até o bairro Brás Cubas em uma loja comprado plásticos e mala e teria voltado nesse matagal teria transportado o corpo nessa mala até o local onde o corpo foi localizado. E segundo o que ele falou para a equipe ele queria que o corpo fosse encontrado porque depois de praticar o crime ele teria se arrependido. Isso daí a polícia não vai levar em consideração", explicou o seccional.

Ele disse ainda que a polícia vai confrontar todos os detalhes dados na confissão com as provas técnicas, mas que a investigação está praticamente concluída.

continua após publicidade

Os outros dois suspeitos, que tiveram relacionamentos recentes com a vítima, também prestaram depoimento nesta quarta.

Cíntia estava desaparecida desde o fim de semana. Quando saiu de casa, a vítima, que estava grávida, avisou a família que visitaria o ex-namorado, que estava em período de "saidinha" de um presídio em Sorocaba. Ele havia deixado o presídio no dia 14 e voltou na última segunda-feira (20).

Quando foi encontrada na Estrada da Volta Fria, Cíntia tinha perfurações na região do pescoço e sinais de espancamento.

Com informações do g1.

GoogleNews

Siga o TNOnline no Google News