Cotidiano

Governo pretende ampliar acordo e adquirir 100 milhões de doses da Coronavac

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Governo pretende ampliar acordo e adquirir 100 milhões de doses da Coronavac
fonte: Reprodução
Governo pretende ampliar acordo e adquirir 100 milhões de doses da Coronavac

Segundo Arnaldo Medeiros, secretário de vigilância em saúde do Ministério da Saúde, o governo afirmou, em uma reunião na Comissão Externa de Enfrentamento à Covid-19 da Câmara dos Deputados, que pretende ampliar o acordo e adquirir 100 milhões de doses da Coronavac. Até o momento, são previstas 46 milhões de unidades do imunizante feito pelo Butantan. 

continua após publicidade

Ainda conforme Arnaldo, o instituto deve entregar 9 milhões de doses em janeiro, 15 milhões em fevereiro e 22 milhões em março. A expansão prevê que o número chegue a 100 milhões em julho.

O governo federal já tem uma reserva de 150 milhões de unidades até o final do primeiro semestre, contando com os imunizantes da AstraZeneca/Oxford e Pfizer/BioNTech, e os garantidos pela iniciativa Covax, da Organização Mundial da Saúde (OMS).

continua após publicidade

Nísia Lima, presidente da Fiocruz, diz que a fundação deve receber os ativos para desenvolver as vacinas de Oxford no final de janeiro e entregar as primeiras doses no início de fevereiro. A expectativa é de que 1 milhão de doses sejam feitas a cada sete dias nas primeiras duas semanas e, então, 700 mil unidades por dia.

Com informações; Metrópoles.