Mais lidas

    Cotidiano

    Cotidiano

    Governador de Minas afasta secretário de Saúde após vacinação irregular

    Escrito por Da Redação
    Publicado em 12.03.2021, 09:09:00 Editado em 12.03.2021, 09:15:59
    Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.

    O governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), anunciou nesta quinta-feira (11) o afastamento do secretário estadual de Saúde, Carlos Eduardo Amaral, após denúncias de irregularidades na aplicação de vacinas contra a covid-19 a servidores da pasta. Ao todo, 806 servidores da secretaria, incluindo Carlos Amaral, receberam doses de imunizantes.

    Pelo Twitter, Zema afirmou que agradece ao ex-secretário pelo trabalho realizado à frente da secretaria, em especial pelo combate à pandemia e retomada das obras dos hospitais regionais do Estado. "Minas Gerais tem um dos melhores resultados no enfrentamento ao coronavírus graças à responsabilidade da gestão", escreveu. No lugar de Amaral, assume o médico Fábio Baccheretti, atual presidente da Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig).

    As denúncias da vacinação irregular motivaram abertura de comissão parlamentar de inquérito na Assembleia Legislativa de Minas Gerais nesta quinta-feira (11). É a primeira vez que o governador Romeu Zema, eleito com a promessa de combater privilégios, enfrenta uma CPI.

    Gostou desta matéria? Compartilhe!

    Mais matérias de Cotidiano

    Deixe seu comentário sobre: "Governador de Minas afasta secretário de Saúde após vacinação irregular"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.