Cotidiano

Flávia Saraiva fica na sétima posição na trave em Tóquio

A atleta encerrou a participação brasileira na ginástica artística.

Da Redação ·
Flávia Saraiva.
fonte: REUTERS/Mike Blake
Flávia Saraiva.

Fechando a participação brasileira na ginástica artística, a carioca Flávia Saraiva representou o país nesta terça-feira (3) na final da prova da trave na Olimpíada de Tóquio e ficou na sétima posição. Flavinha, de 20 anos, somou um total de 13.133 pontos na tabela de classificação. A disputa aconteceu no Centro de Ginástica de Ariake, na capital Tóquio.

continua após publicidade

A ginasta brasileira foi a sétima competidora a se apresentar. Logo no início de sua atuação, ela se desequilibrou duas vezes. Na sequência, Favinha precisou colocar a mão no aparelho, o que lhe tirou as chances de subir ao pódio. Flávia Saraiva teve desempenho pouco inferior ao obtido na última edição dos Jogos Olímpicos. Na Rio 2016, a ginasta encerrou como a quinta colocada.

A ginástica artística brasileira conquistou duas medalhas em Tóquio. A paulista Rebeca Andrade levou medalha de prata na prova individual geral e ouro no salto.