Cotidiano

Filho 01 de Bolsonaro fala sobre estado de saúde do pai

De acordo com Flávio Bolsonaro, o presidente tinha sido hospitalizado no sábado para domingo, por conta de uma crise de soluços, apnéia e dificuldade para dormir

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Filho 01 de Bolsonaro fala sobre estado de saúde do pai
fonte: Jair Bolsonaro no Twitter/AFP
Filho 01 de Bolsonaro fala sobre estado de saúde do pai

Nesta quarta-feira (14), o filho 01 do presidente Jair Bolsonaro, Flávio Bolsonaro, concedeu uma entrevista ao programa "Os Pingos Nos Is", da Jovem Pan, onde falou sobre o estado de saúde do pai. Durante a madrugada de quarta-feira, Bolsonaro precisou ser encaminhado ao Hospital das Forças Armadas (HFA), no Distrito Federal, após sentir dores abdominais

continua após publicidade

De acordo com Flávio, o presidente está bem, mas deve ficar em observação por alguns dias. Ainda conforme o '01', o chefe da Nação tinha sido hospitalizado no sábado para domingo, por conta de uma crise de soluços, apnéia e dificuldade para dormir, entretanto, acabou sendo liberado. 

“Ele vai ficar em observação por alguns dias. Se Deus quiser, nem cirurgia ele vai fazer porque essa desobstrução pode acontecer de forma natural”, afirmou. “Até agora, o que chegou para mim é que não é nada grave. Se houver necessidade de fazer a cirurgia, é algo muito específico, pequeno e praticamente sem risco”, conta. 

continua após publicidade

Assista:

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Flávio Bolsonaro (@flaviobolsonaro)

Jair Bolsonaro foi transferido para o Hospital Vila Nova Star, em São Paulo, no início da noite de quarta-feira. Ele foi diagnosticado com uma obstrução intestinal. Na manhã desta quinta (15), o presidente deve passar por novos exames para tratar o problema.

continua após publicidade

Recentemente, o chefe do Executivo vinha se queixando de crises de soluço. No último sábado (3), o presidente passou por um procedimento odontológico e desde então teve o estorvo. “Peço desculpas, estou há uma semana com soluço. Talvez eu não consiga me expressar aqui adequadamente durante esta live”, disse o presidente, ao iniciar uma transmissão ao vivo nas redes sociais na quinta-feira da semana passada.

Foi divulgada a informação de que o presidente poderia ser submetido a uma cirurgia de emergência para tratar o problema, mas, de acordo com o cirurgião Antonio Luiz Macedo, médico que operou Bolsonaro após a facada de 2018, a possibilidade foi descartada, pois não há necessidade imediata de um procedimento como este.

Ainda segundo o profissional de saúde, o mandatário receberá um "tratamento clínico conservador".