Família denúncia escola que tapou foto de aluna negra em publicidade - TNOnline
Mais lidas

    Cotidiano

    Policial

    Família denúncia escola que tapou foto de aluna negra em publicidade

    Foto por Reprodução
    Escrito por Da Redação
    Publicado em 25.11.2020, 11:50:18 Editado em 25.11.2020, 11:50:50
    Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.

    Na sexta-feira (20), Dia da Consciência Negra, a família de uma menina negra, de 10 anos, confeccionou um boletim de ocorrência contra a escola que a criança estuda após a estudante ser excluída de uma publicidade do estabelecimento de ensino, em Jundiaí, São Paulo. 

    De acordo com a escola, a atitude não foi proposital, a agência de publicidade contratada geralmente posiciona a caixa de texto do lado direito dos anúncios da escola. E, por conta disto, o rosto da aluna foi encoberto. 

    Foto por Reprodução
     

     O pai da menina, de 50 anos, disse em depoimento a polícia que estava jantando na casa de amigos, quando viu um anúncio da escola, em uma rede social, em que apareciam três alunas brancas e ela. 

    Porém, na publicidade a menina negra estava encoberta por uma mensagem em espaço amarelo. “Importante na escola não é só estudar, é também criar laços de amizade e convivência”, mencionando o educador Paulo Freire. A ocultação da imagem, vista pela própria criança, " a deixou em uma situação vexatória", conforme o boletim de ocorrência. 

    Após o caso viralizar nas redes sociais, a escola retirou a publicação. Já em uma nova divulgação, feita no domingo, o colégio compartilhou de novo a foto, porém com a aluna negra visível desta vez. 

    O advogado da família relatou que dará andamento nas averiguações do caso. A mãe da criança afirmou, nesta terça-feira (24), que irá transferir a filha de escola. 

    A mãe disse que a criança “está insegura e não quer ficar sozinha”, acrescentando que a menina “não gosta de comentar no assunto.”

    Segundo Antonio Tota Júnior, delgado da 7º DP de Jundiaí, foi instaurado um inquérito policial, para investigar o caso. “Precisamos ouvir todas as partes envolvidas, incluindo da escola, para criar ainda uma convicção do que aconteceu de fato. Qualquer afirmação minha, neste momento, seria prematura", argumenta.

    A escola ainda será oficiada pela polícia para esclarecer como a peça publicitária foi produzida e veiculada. O caso foi registrado como “preconceito de raça ou cor”.

    Com informações; Banda B.

    Mais matérias de Cotidiano

    Deixe seu comentário sobre: "Família denúncia escola que tapou foto de aluna negra em publicidade"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.