Cotidiano

Exército proíbe militares de enviar fake news sobre a Covid

E a partir de agora, todos os militares que estiverem retornando de viagem precisarão apresentar um exame PCR negativo

Da Redação · GoogleNews

Siga o TNOnline
no Google News

Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline
Imagem ilustrativa da notícia Exército proíbe militares de enviar fake news sobre a Covid
fonte: Reprodução

Uma diretriz editada hoje pelo comandante-geral do Exército, Paulo Sérgio Nogueira, proíbe militares e seus familiares de espalhar notícias falsas sobre a pandemia de Covid.

continua após publicidade

A norma também determina o retorno às atividades presenciais, mas os militares precisam estar vacinados. A recomendação vai de encontro ao que defende Jair Bolsonaro. Para o presidente da República, a vacinação tem que ser opcional.

Pela diretriz expedida hoje, “não deverá haver difusão de mensagens em redes sociais sem confirmação da fonte e da veracidade da informação. Além disso, os militares deverão orientar os seus familiares e outras pessoas que compartilham do seu convívio para que tenham a mesma conduta”.

continua após publicidade

Além disso, a partir de agora, todos os militares que estiverem retornando de viagem internacional precisarão apresentar um exame PCR negativo antes de voltar aos quartéis e outra mudança determinada pelo comandante-geral é que as missões internacionais ainda não iniciadas vão passar por uma reavaliação em virtude da pandemia de Covid, assim como seminários, palestras e solenidades ou atividades que possam causar qualquer tipo de aglomeração.

Informações do O Antagonista