Estudo de suposta eficácia da ivermectina contra Covid gera polêmica - TNOnline
Mais lidas

    Cotidiano

    DISCUSSÃO

    Estudo de suposta eficácia da ivermectina contra Covid gera polêmica

    Estudo de suposta eficácia da ivermectina contra Covid gera polêmica
    Foto por DIVULGAÇÃO
    Escrito por Da Redação
    Publicado em 23.01.2021, 16:41:28 Editado em 23.01.2021, 16:41:32
    Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.

    Um estudo realizado pela Universidade de Liverpool, na Inglaterra, apontou que o vermífugo ivermectina teria eficácia no combate à Covid-19. O texto foi publicado na quarta-feira (20) no site do jornal ‘Financial Times’. Contudo, as interpretações do texto estão gerando polêmica nas redes sociais.

    O trabalho foi divulgado em uma plataforma online e sem revisão de pares. Nesse caso, foi feita primeiro uma coleta sistemática de dados. É algo que cientistas chamam de meta-análise – uma revisão de estudos sobre o assunto, não um estudo original. A publicação em revistas acadêmicas e a revisão por pares, com checagem dos dados, são exigências globais para o estudo ter valor científico.

    Pelo texto, o vermífugo seria capaz de reduzir os níveis de inflamação e eliminação do coronavírus, além de redução da mortalidade em até 75% - e reduziria também do tempo de internação.

    Apesar de ter cravado esses números, o próprio autor da pesquisa, o pesquisador Andrew Hill, diz que que nenhum dos estudos analisados por ele é robusto o suficiente para que se estabeleça um nível de eficácia desse remédio. A frase consta no texto publicado no ‘Financial Times’. Por ora, o próprio estudo não recomenda o uso da ivermectina até que mais estudos sejam realizados.

     “Muitos ensaios incluídos [no estudo] ainda não foram publicados ou passaram por revisão científica e meta-análises são sujeitas a confusão. Além disso, há uma grande variação nos padrões entre os ensaios, diferenças entre doses de ivermectina e a duração dos tratamentos foi heterogênea. A ivermectina deve ser validada em estudos maiores randomizados antes que os resultados sejam suficientes para revisão pelas autoridades reguladoras”, diz o estudo de Andrew Hill.

    Contudo, defensores do medicamento passaram a compartilhar, em suas redes sociais, que a ivermectina é eficaz e que reduziria as mortes por Covid-19 em 75%. Os internautas, entretanto, não expõem mais detalhes da própria pesquisa, como as ressalvas de Andrew Hill. Nos dois últimos dias, o texto do ‘Financial Times’ foi traduzido para vários idiomas, como o português.

    Nesta sexta-feira, agencias de checagem de notícias rebateram os internautas. Além disso, médicos criticaram a pesquisa de Hill e sua divulgação. “O indivíduo que fica tomando essa medicação achando que está protegido, acaba usando menos máscara, se expondo mais. E como a medicação não protege, isso leva ele a um risco maior de ter Covid”, disse o infectologista Alexandre Barbosa, professor da Universidade Estadual Paulista (Unesp), a um site de notícias.

    Com informações Bem Paraná.

    Gostou desta matéria? Compartilhe!

    Mais matérias de Cotidiano

    Deixe seu comentário sobre: "Estudo de suposta eficácia da ivermectina contra Covid gera polêmica"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.