Estudo aponta que coronavírus pode sobreviver em tela de celular por até 28 dias - TNOnline
Mais lidas
Ver todos

Covid-19

Estudo aponta que coronavírus pode sobreviver em tela de celular por até 28 dias

Foto por iStock
Escrito por Da Redação
Publicado em Editado em
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

Conforme uma pesquisa divulgada pela agência científica nacional da Austrália (CSIRO), o coronavírus pode sobreviver por até 28 dias em celulares e cédulas de dinheiro.

Os cientistas descobriram que, a 20º C e no ambiente controlado do laboratório, o vírus da covid-19 pode ficar infeccioso por até 28 dias em superfícies lisas, como telas de celulares e cartões plásticos. Foi realizado também experimentos a 30 e 40 graus Celsius e o tempo de sobrevivência do vírus foi diminuindo conforme o aumento da temperatura.

“Nossos resultados reforçam a necessidade de boas práticas, como a lavagem regular das mãos e limpeza das superfícies”, informa Debbie Eagles, diretora adjunta da Australian Center for Disease Preparedness (ACDP).

Os testes foram realizados no escuro, pois a luz ultravioleta pode matar o vírus.

"Estabelecer por quanto tempo o vírus realmente permanece nas superfícies nos permite prever e mitigar sua disseminação com mais precisão, e fazer um trabalho melhor de proteger o nosso povo", diz Larry Marshall, presidente da CSIRO.

Deixe seu comentário sobre: "Estudo aponta que coronavírus pode sobreviver em tela de celular por até 28 dias"

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.