Cotidiano

Empresários, educadores e políticos prestam homenagens a João Carlos Di Genio

Da Redação ·

O professor e médico João Carlos Di Genio, fundador do grupo Unip/Objetivo, que morreu aos 82 anos de idade neste sábado, 12, recebe homenagens de empresários, políticos, educadores e alunos nas redes sociais.

continua após publicidade

Ele sofreu enfarte em sua residência, nos Jardins, zona oeste de São Paulo. Chegou a ser atendido por socorristas, mas não resistiu. No próximo dia 27 de fevereiro completaria 83 anos de idade. Deixa esposa e três filhos.

O presidente do Grupo SEB, Chaim Zaher, lamentou a morte de Di Gênio. "O Brasil perde um grande brasileiro, e eu perco também um amigo e compadre, meu padrinho de casamento. Tudo o que sei sobre educação, aprendi com ele, a partir do seu exemplo. Tenho orgulho de ter sido discípulo de um mestre inovador, visionário e realizador. Di Genio fará falta na educação e deixará saudades", disse Zaher.

continua após publicidade

No twitter, o ministro da Educação, Milton Ribeiro, prestou homenagem a Di Genio. "Com tristeza nos despedimos do Professor Dr. João Carlos Di Genio. Homem diferenciado e de honrada história. Suas contribuições para a educação brasileira permanecerão como bom legado", disse Ribeiro.

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, lamentou a morte e manifestou solidariedade aos amigos e familiares de Di Gênio.

"Manifesto profundo pesar pelo falecimento do Professor João Carlos Di Genio, um dos maiores fomentadores do ensino no país. Grande entusiasta da educação, Di Genio inspirava seus projetos na concretização dos sonhos de seus alunos. Meus sentimentos aos amigos e familiares", disse Mendes.

continua após publicidade

O professor e escritor Gabriel Chalita também prestou condolências pela morte de Di Genio.

"Di Genio foi além do império econômico, quis ampliar possibilidades de acesso ao ensino universitário, inovou nas metodologias de aprendizagem, formou uma geração de profissionais bem sucedidos. Descanse em paz!", disse Chalita.

O prefeito de Ribeirão Preto, Duarte Nogueira, também homenageou Di Gênio.

continua após publicidade

"Minhas condolências à família de João Carlos Di Gênio, fundador da Universidade UNIP e Colegio Objetivo.Além de um grande homem, foi um pai, marido, médico e educador", disse Nogueira.

A Associação Brasileira de Sistemas e Plataformas de Ensino (Abraspe) lamentou a perda de Di Gênio. "Um homem visionário e de grande espírito empreendedor. Sua obra trouxe profundos impactos para a educação do Brasil e ajudou a transformar a vida de milhares de estudantes ao longo das últimas décadas. Di Gênio foi um inovador, implantando um exitoso modelo de escolas, que modernizou e apontou caminhos para a melhoria da nossa educação. O País perde um grande empresário e educador, disse em nota o presidente da Abraspe, José Henrique del Castillo Melo.

O secretário do Meio Ambiente do Estado de São Paulo, Ricardo Trípoli, lamentou a morte do professor Di Gênio. "Hoje perdemos o maior revolucionário da educação no Brasil, criador do Objetivo e da Unip, João Carlos Di Gênio. Vá em paz meu grande Amigo", disse Tripoli.