Cotidiano

Em discurso na ONU, Bolsonaro diz que evitou "mal maior" na pandemia; assista

Da Redação ·

O presidente Jair Bolsonaro fez hoje (22) o tradicional discurso de abertura da Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas. Em virtude da pandemia do novo coronavírus, o encontro é realizado online - inovação que acontece por medidas de segurança. De acordo com sua avaliação, o Governo Federal evitou um "mal maior" com as suas ações econômicas na pandemia. Ele também afirmou, sem provas, que o derramamento de óleo no Nordeste foi provocado por um navio da Venezuela.

continua após publicidade

"Desde o princípio, alertei, em meu País, que tínhamos dois problemas para resolver: o vírus e o desemprego, e que ambos deveriam ser tratados simultaneamente e com a mesma responsabilidade", disse.

"Por decisão judicial, todas as medidas de isolamento e restrições de liberdade foram delegadas a cada um dos 27 governadores das unidades da Federação. Ao Presidente, coube o envio de recursos e meios a todo o País", completou.

continua após publicidade

"Como aconteceu em grande parte do mundo, parcela da imprensa brasileira também politizou o vírus, disseminando o pânico entre a população. Sob o lema "fique em casa" e "a economia a gente vê depois", quase trouxeram o caos social ao país. Nosso governo, de forma arrojada, implementou várias medidas econômicas que evitaram o mal maior".

Apesar do caráter virtual, a sede da ONU em Nova York receberá um representante de cada país. Cerca de 200 pessoas estão fisicamente presentes, o que equivale a 10% da capacidade de ocupação da estrutura.

Assista:

continua após publicidade

Em discurso na ONU, Bolsonaro diz que evitou "mal maior" na pandemia; assista - Vídeo por: Reprodução  


Tags relacionadas: #BOLSONARO #discurso #ONU