Cotidiano

Economia com outorga de usina em SP irá para Educação e Saúde, diz Doria

Da Redação ·

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou que o governo economizará R$ 12 milhões por ano com a outorga da Usina Elevatória de Traição - renomeada para Usina São Paulo - no rio Pinheiros. Segundo Doria, os recursos economizados serão redistribuídos em investimentos na Saúde, Educação e Segurança Pública.

continua após publicidade

Na quinta, o governo recebeu a proposta de R$ 280 milhões pela concessão da usina por 22 anos. O complexo deverá contar com novas áreas de convivência, além de espaços comerciais e escritórios. O certame foi conduzido pela Empresa Metropolitana de Águas e Energia (Emae).

Doria, durante entrevista coletiva no Palácio dos Bandeirante, sede do governo paulista, reforçou o compromisso de entregar o rio Pinheiros despoluído até dezembro de 2022, fim do mandato ao qual foi eleito.