Cotidiano

Duque de Caxias (RJ) suspende a obrigatoriedade do uso de máscara

Da Redação ·

O avanço da vacinação contra a covid-19 e a queda no número de óbitos pela doença desencadearam anúncios e estudos para flexibilizar o combate à doença. Na terça-feira (5), o prefeito de Duque de Caxias, Washington Reis (MDB), publicou decreto desobrigando o uso de máscaras. O município é o primeiro do Brasil a liberar o uso do acessório.

continua após publicidade

Apesar de o município não atingir nem metade da população totalmente imunizada, de acordo com Reis, a nova determinação leva em conta o alto número de pessoas vacinadas contra o novo coronavírus e os índices de casos em constante queda. Segundo o decreto, "fica desobrigado o uso de máscara facial no período da pandemia do COVID-19, em local aberto ou fechado, em todo o território do Município de Duque de Caxias".

De acordo com a secretaria municipal, Duque de Caxias já aplicou mais de 900 mil doses da vacina contra o coronavírus. O número de aplicações de primeira dose já ultrapassou a marca de 70% da população alvo e 46,8% da população já apresenta a cobertura vacinal completa. A medida, no entanto, não se aplica caso a pessoa se encontre infectada ou com suspeita de estar contaminada com o vírus.

continua após publicidade

O movimento ocorre em meio à avaliação de São Paulo e do Rio de Janeiro em desobrigar o uso do acessório. Apesar do cenário de estabilidade da doença no Brasil, especialistas ouvidos pelo Estadão/Broadcast apontam que esta é uma questão que deve considerar planejamento, dados sobre o avanço da pandemia e cautela dos gestores.