Cotidiano

Dose de esperança: bebê nasce imunizado contra covid

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Dose de esperança: bebê nasce imunizado contra covid
fonte: Talita Menegali/Arquivo Pessoal
Dose de esperança: bebê nasce imunizado contra covid

No dia 9 de abril, um bebê nasceu imunizado contra a Covid-19 em Tubarão, em Santa Catarina. A criança pode ser uma das primeiras a nascer com anticorpos contra a doença. A informação foi divulgada nesta quarta-feira (19), pela Secretaria de Saúde do município.

continua após publicidade

A médica Talita Menegali Izidoro, que é mãe do pequeno Enrico, afirmou que este fato traz "uma dose de esperança". “Foi muito emocionante, eu não pensei em nada. Falei para o meu marido e a gente teve uma emoção e assim foi gratificante como médica e como mãe”, disse. 

“Acho que o momento de descoberta foi uma esperança de que tudo isso um dia vai acabar. E o fato dele já ter nascido com imunidade para nós foi uma alegria sem tamanho, porque estávamos com muito receio”, comenta o pai de Enrico, o assessor jurídico Murilo Corrêa Izidoro.

continua após publicidade

Imunização

Talita recebeu as doses da vacina quando estava com 34 semanas de gestação. “Eu descobri a gravidez em agosto de 2020 e aí continuei ainda na linha de frente. Eu trabalho no posto de saúde do bairro Morrotes no município de Tubarão”, relata.

“Com a gravidez e como eu estava no grupo de risco, conversando com meu ginecologista, isso já com a vacina em fevereiro, o Ministério da Saúde não tinha nenhum estudo ainda para gestante que poderia ser dado, teria que ter uma recomendação médica. Então eu estava na linha de frente como médica e como gestante. Quando a gente decidiu tomar foi ali em fevereiro que eu já estava com 34 semanas, então no último trimestre da gravidez”, continua.

continua após publicidade

“Eu tomei a primeira dose em fevereiro com 34 semanas e depois de 15 dias que já seria em março eu tomei a segunda dose da vacina”, completa.

A confirmação da imunização veio através de um exame realizado, ainda, no Hospital Nossa Senhora da Conceição em Tubarão, onde nasceu Enrico. O fato foi comemorado pelo presidente da Fundação Municipal de Saúde de Tubarão, Daisson Trevisol. Ele destacou que um estudo será realizado sobre o ocorrido.

“Vamos transformar agora em um estudo científico para publicação em revistas científicas e pelo que nós sabemos é um dos primeiros casos comprovados aqui no Brasil, tem alguns casos comprovados no mundo”, conclui Trevisol.

Com informações; Ndmais.