Cotidiano

Dona de hotel é morta por hóspede com golpes de extintor

Suspeito de cometer o crime é um engenheiro que estava hospedado no local desde o dia 1º

Da Redação ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline
Imagem ilustrativa da notícia Dona de hotel é morta por hóspede com golpes de extintor
fonte: Reprodução/Facebook

A empresária Maria José Antunes, de 64 anos, morreu após ser agredida na cabeça com um extintor de incêndio e um vaso na noite de segunda-feira (6). Ela, que é dona de um hotel em Orlândia, em São Paulo, foi agredida por um hóspede de 41 anos, que acabou preso em flagrante. 

continua após publicidade

Conforme o boletim de ocorrência, o suspeito chegou alterado ao hotel, onde estava hospedado no local desde o dia 1º de junho. Segundo investigação preliminar da polícia, o homem estava devendo diárias do hotel e foi cobrado pelos proprietários. Ele, porém, é morador da cidade e não explicou os motivos de estar dormindo no local.

O hóspede teria agredido Sebastião Lorente, de 64 anos, marido de Marida José, e que estava na entrada do local. Depois, pegou um extintor de incêndio para jogar na vítima, quando a mulher foi tentar defendê-lo e levou um chute, caindo no chão. Neste momento, o homem a golpeou na cabeça com o objeto, depois jogando um vaso na cabeça dela.

continua após publicidade

A polícia foi acionada por funcionários do hotel e encontraram o engenheiro trancado no quarto em que estava dormindo. Ele foi preso em flagrante e vai responder por homicídio qualificado por motivo fútil, e meio cruel e lesão corporal.

A vítima chegou a ser atendida pelos bombeiros e levada a um hospital da cidade, mas não resistiu aos ferimentos e morreu logo depois de dar entrada no local. O marido dela teve ferimentos no ombro e fraturou o braço esquerdo, mas já recebeu alta médica.

As informações são dos sites UOL e Istoé Gente. 

GoogleNews

Siga o TNOnline no Google News