Detritos do Cometa Halley provocam chuva de meteoros nesta madrugada no Brasil - TNOnline
Mais lidas
Ver todos

Cotidiano

Detritos do Cometa Halley provocam chuva de meteoros nesta madrugada no Brasil

Escrito por Da Redação
Publicado em Editado em
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

A chuva de meteoros Orionids vai atingir seu ápice na madrugada desta quarta-feira, 21, e poderá ser vista em todo o Brasil a partir das 3h30 da manhã. Este fenômeno, registrado anualmente, é resultado da entrada de detritos do Cometa Halley na atmosfera terrestre. Nesta madrugada, a chuva deve provocar a incidência de 20 a 25 cometas por hora.

Mais conhecidos como "estrelas cadentes", os meteoros podem ser observados a olho nu de qualquer lugar do País. No caso da Orionids, para visualizá-los, os olhares devem se voltar para as estrelas Três Marias. "Como diz o nome, nas Orionídeas os meteoros parecem estar vindo da direção da constelação de Órion, uma das mais conhecidas do céu e que é visível do País todo", diz o professor Roberto Costa, do Departamento de Astronomia do IAG/USP. Ele ressalta que a visibilidade depende das condições meteorológicas de cada região.

O fenômeno acontece desde o dia 2 de outubro, atinge o pico nesta quarta-feira, quando a Lua estará 23% cheia, e deve acabar em 7 de novembro. "O interessante é estar longe das luzes da cidade, distante da poluição luminosa", indica Marcelo De Cicco, doutorando no Observatório Nacional e coordenador da rede EXOSS de monitoramento de meteoros. O pesquisador explica que esse fenômeno acontece quando os meteoroides, restos deixados por passagens anteriores de cometas, penetram na atmosfera e produzem um fenômeno luminoso.

Segundo ele, a Orionids já registrou intensa atividade na madrugada desta terça-feira, 20, e mesmo após o pico, ainda deve ser possível observar meteoros na quinta-feira, 22. As dicas da NASA para melhor visualização dos meteoros incluem olhar para o céu por cerca de 30 minutos para adaptar os olhos e "ter paciência". Binóculos e telescópios podem atrapalhar a visão.

A Sociedade Americana de Meteoros, que mantém um calendário da ocorrência desses fenômenos, diz que em anos "excepcionais", como de 2006 a 2009, a Orionids (ou Oriônidas) chegou a registrar de 50 a 75 meteoros por hora. Para quem não conseguir visualizar a Orionids, a organização fará uma transmissão da chuva de meteoros no YouTube.

Chuva de 'meteoros de Halloween'

De acordo com Marcelo De Cicco, é possível que os brasileiros tenham a chance de observar outra chuva de meteoros nesta terça-feira, 20, apelidada de "chuva de Halloween", por volta das 19h.

"Os cálculos do astrofísico Jeremie Vaubaillon, do Observatório de Paris, mostram que a Terra pode atravessar uma nuvem de detritos deixada pelo objeto NEO 2015 TB14, que teve imagem registrada por radar e teve seu formato comparado ao da cabeça de uma caveira", diz o pesquisador. Ele alerta que não é comum a atividade de meteoros nesta hora e que a melhor região para observar este fenômeno fica no continente africano: "mas não custa nada parar um momento nesse horário e olhar para o leste. Talvez possamos ter sorte".

Gostou desta matéria? Compartilhe!

Deixe seu comentário sobre: "Detritos do Cometa Halley provocam chuva de meteoros nesta madrugada no Brasil"

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.