Cotidiano

Depois de 6.800 anos cometa poderá ser visto na região

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Depois de 6.800 anos cometa poderá ser visto na região
Depois de 6.800 anos cometa poderá ser visto na região

O astro C/2020 F3, que foi batizado de Neowise em 27 de março de 2020, por um telescópio especial da Nasa – Agência Espacial dos Estados Unidos, vai cruzar os céus da região de Apucarana, a partir de quarta-feira (21).

continua após publicidade

O cometa já deu espetáculo por onde passou no início do mês, pelo Hemisfério Norte e agora deve ser apresentar por aqui.

O Neowise também poderá ser observado a olho nu ou com binóculos, mas para valorizar o momento único, preparem suas lunetas, por volta das 18h e torçam para ter muita sorte, dizem os especialistas que publicaram em sites especializados sobre o “raro viajante especial”.

continua após publicidade

Então olhos atentos porque o tempo vai colaborar. Mas calma, que será a partir de sexta-feira (24), a melhor disposição do cometa para se observar.

“Ele fica até descer no horizonte, vai ficando cada dia mais tempo no céu e cada dia mais fraco de magnitude”, explicou Maico Zorzan, membro do Clube de Astronomia Edmond Halley (Caeh), de Marialva em entrevista ao GMC.

O Neowise passa pela Terra a cada 6.800 anos, portanto o registro e a atenção pela sua passagem são muito válidos.