Cotidiano

Criança nasce com 7 kg no Pará e surpreende médicos

A criança é um dos maiores bebês em registro do Brasil nas últimas décadas

Da Redação · GoogleNews

Siga o TNOnline
no Google News

Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline
Imagem ilustrativa da notícia Criança nasce com 7 kg no Pará e surpreende médicos
fonte: Fundação Santa Casa do Pará/Divulgação

Em novembro deste ano, nasceu na maternidade da Fundação Santa Casa do Pará, um dos maiores bebês já registrados no país, com peso de 7.038 quilos e medindo 61 cm.

continua após publicidade

Os pais da criança são agricultores e moradores do município de Acará, no nordeste do Pará.

De acordo com Antônio de Pádua, enfermeiro obstetra e servidor há 35 anos na fundação, essa foi a maior criança que ele já soube ter nascido no hospital.

continua após publicidade

A bebê está internada na Unidade de Cuidados Intermediários (UCI) e seu estado de saúde é estável, mas ainda não há previsão de alta. Ela é acompanhada diariamente devido ao alto peso e tamanho e do quadro de hipoglicemia. Vilma Hutim, médica pediatra e neonatologista, informa que um bebê pesa em torno de 2,5kg a 3,9Kg. “Com esse peso acima de 7 kg é preciso investigar as causas que estimulam todo esse crescimento”, diz a médica

Essa foi a primeira gestação da mãe Estefany, que diz acreditar que a filha nasceu grande porque comeu muito durante a gestação. “A médica disse que a minha filha precisa ficar mais um pouco aqui porque nasceu muito grande. Lá em casa, souberam que ela é grandona pelas fotos do celular”, diz Francilene.

Olívia Mota, médica pediatra neonatologista da Fundação Santa Casa, explicou o caso. “Ela teve uma discreta melhora, mas ainda segue em tratamento com antibiótico. Ainda não conseguimos tirar o soro devido ao episódio de hipoglicemia. Ela já foi avaliada pela cardiologista, que passou medicação, e vai precisar ser acompanhada por esse profissional após a alta, mas por enquanto a gente mantém a medicação que a cardiologista orientou. Para receber alta, a gente precisa terminar o tratamento de antibiótico”, informa a médica.

continua após publicidade

Ela ainda afirma que durante a gestação, a mãe desenvolveu diabetes gestacional. “E as mães que têm diabetes gestacional dão à luz crianças muito grandes, normalmente são bebês maiores que quatro quilos, e não tão grandes quanto a nossa Estefany, que surpreendeu pelo peso que nasceu. Uma das prováveis causas da Estefany ter nascido tão grande foi a diabetes gestacional da mãe”.

Informações do Metrópoles