CoronaVac deverá receber atualizações para combater variantes do vírus - TNOnline
Mais lidas

    Cotidiano

    Saúde

    CoronaVac deverá receber atualizações para combater variantes do vírus

    CoronaVac deverá receber atualizações para combater variantes do vírus
    Foto por Cadu Rolim/Fotoarena/Estadão Conteúdo
    Escrito por Da Redação
    Publicado em 26.01.2021, 12:02:50 Editado em 26.01.2021, 12:02:55
    Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.

    O governo chinês afirmou, nesta terça-feira (26/1), que a fórmula do imunizante contra o coronavírus Coronavac, que está sendo produzido no Brasil pelo Instituto Butantan, pode ser atualizada em dois meses para dar conta das novas cepas do Sars-CoV-2. A informação foi divulgada pelo jornal chinês Global Times.

    Shao Yiming, especialista do Centro Chinês para Controle e Prevenção de Doenças, afirmou em entrevista ao jornal que a reformulação da Coronavac pode demorar mais do que a atualização de vacinas que utilizam a tecnologia de RNA mensageiro (mRNA), como é o caso dos imunizantes Pfizer/BioNTech e Moderna.

    Isso porque a vacina chinesa se baseia no método de vírus inativado, ou seja, contém pedaços do coronavírus que não conseguem se reproduzir no corpo humano e, portanto, não provocam a Covid-19. Vacinas deste tipo requerem o cultivo e a inativação do vírus, o que exige mais tempo de produção.

    Yiming afirmou, ainda, que a vacina chinesa foi desenvolvida com base na variante do Sars-CoV-2 identificada na cidade de Wuhan no final de 2019. Por isso, há o temor de que a capacidade de neutralização dos anticorpos induzidos pela Coronavac não seja suficiente para conter as novas cepas descobertas no Reino Unido e na África do Sul.

    Aos poucos, as empresas que desenvolvem as vacinas estão adaptando as formulações de seus medicamentos para garantir a proteção contra as recentes mutações do coronavírus. Nesta segunda-feira (25/1), a Moderna afirmou que novos testes clínicos demonstraram a eficácia da vacina contra a Covid-19 desenvolvida pela empresa contra as novas variantes do Sars-CoV-2 encontradas no Reino Unido e na África do Sul.

    O Brasil aguarda o envio de 5.400 litros de insumos para produzir novos lotes da Coronavac no Brasil. Nesta segunda-feira (25/1), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou que a exportação do material foi aprovada, e os insumos já estão em área aeroportuária, prontos para o envio ao Brasil.

    Com informações de: Metrópoles.

    Gostou desta matéria? Compartilhe!

    Mais matérias de Cotidiano

    Deixe seu comentário sobre: "CoronaVac deverá receber atualizações para combater variantes do vírus"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.