Cotidiano

Coreia do Sul pode acabar com o consumo de carne de cachorro

Esta foi a primeira vez que o presidente tratou de forma clara que pretende proibir o consumo de carne deste animal na Coreia do Sul

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Coreia do Sul pode acabar com o consumo de carne de cachorro
fonte: Cortesia/Presidência da Coreia do Sul
Coreia do Sul pode acabar com o consumo de carne de cachorro

Moon Jae-in, presidente da Coreia do Sul, sugeriu que poderá banir o consumo de carne de cachorro no país nesta segunda-feira (27). Quem fez o comunicado foi o porta-voz da presidência, Park Kyung-mee, ao ler um comunicado divulgado após uma reunião de Moon com o premiê sul-coreano Kim Boo-kyum.

continua após publicidade

Esta foi a primeira vez que o presidente tratou de forma clara que pretende proibir o consumo de carne deste animal na Coreia do Sul. O produto é consumido em algumas partes da península, principalmente entre a população mais idosa. 

A prática é bastante criticada pela comunidade internacional e tem repercutido dentro do país com o aumento do número de pets e de grupos de proteção animal.

continua após publicidade

Durante o encontro, os líderes apresentaram propostas de diversas medidas estudadas para tratar do abandono de animais domésticos no país.

Um estudo foi realizado a pedido de um grupo de proteção animal e apontou que cerca de 78% dos sul-coreanos são favoráveis à proibição do comércio de carne de cachorros e gatos – 49% apoiam a proibição total do consumo.

Com informações; G1.