Cotidiano

Casal diz que 'fugiu' de cruzeiro ao perceber surto de Covid

Casal embarcou no MSC Splendida, com Réveillon previsto no Rio de Janeiro, e declarou que ninguém estava seguindo os protocolos

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Casal diz que 'fugiu' de cruzeiro ao perceber surto de Covid
fonte: Reprodução

Um casal que estava a bordo do MSC Splendida, navio que fazia um cruzeiro de Réveillon, afirma que "fugiu" da embarcação quando notou que poderia haver um surto de casos de Covid a bordo.

continua após publicidade

Em entrevista nesta terça-feira (4), a empresária Sofia Maria Dias Nadelicci, de 20 anos, afirmou que não foram seguidos os protocolos de prevenção à doença durante o Cruzeiro.

Após mudar o roteiro do cruzeiro de Réveillon e retornar às pressas ao Porto de Santos, no litoral de São Paulo, para o desembarque dos passageiros, o MSC Splendida também teve a nova viagem que faria suspensa, depois de cerca de 2 mil passageiros esperarem horas pelo embarque neste domingo (2).

continua após publicidade

Em seguida, o navio se dirigiu à área de fundeio do cais santista para cumprir quarentena determinada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). 

De acordo com Sofia, ela e o namorado, o estudante Ademar Gandra dos Santos Silva, de 24 anos, deixaram o navio antes de "dar problema", pois notaram que corriam risco de contrair Covid-19.

"No dia 27, fugimos do navio, em Porto Belo, porque percebemos que não havia qualquer preocupação com a Covid lá dentro. O problema só virou notícia no dia 28, quando a Anvisa impediu os passageiros de descerem do navio em Balneário Camboriú. A gente fugiu por um triz. Sou extremamente grupo de risco, e se não tivéssemos saído aquele dia, só Deus sabe o que teria acontecido. Tenho alto grau de imunossupressão", relata a empresária.

continua após publicidade

De acordo com nota divulgada pela Anvisa, investigações conduzidas nos últimos dias demonstram que o vírus Sars-Cov-2 se espalha facilmente entre pessoas próximas a bordo de navios, e que a chance de contrair Covid-19 nos cruzeiros é alta.

Sofia afirma que, enquanto ainda estava no MSC Splendida, no cruzeiro de Réveillon, estava muito feliz, pois aquela seria a primeira vez que faria uma viagem com o namorado em um navio. "A gente estava muito feliz, e nos relataram que daria tudo certo, que fariam testes sempre, que as pessoas estariam vacinadas, e que todos os protocolos seriam seguidos", afirma.

Mas, de acordo com ela, não foram seguidos protocolos rígidos de prevenção à Covid-19. A empresária relata que os elevadores do navio ficavam lotados, e que havia muitas pessoas que não faziam uso de máscaras.

Informações do g1