Cotidiano

Camex zera alíquota do imposto de importação de revólveres e pistolas

Da Redação ·

O Comitê Executivo de Gestão da Câmara de Comércio Exterior (Gecex) decidiu zerar a alíquota do Imposto de Importação de revólveres e pistolas a partir do dia 1º de janeiro de 2021. A Resolução que inclui os artigos na lista de exceções à tarifa externa comum, reduzindo a alíquota do imposto de 20% para zero, está publicada no Diário Oficial da União desta quarta-feira (9).

continua após publicidade

Pelas redes sociais, o presidente Jair Bolsonaro comentou a medida. "A Camex editou resolução zerando a Alíquota do Imposto de Importação de Armas (revólveres e pistolas). A medida entra em vigor no dia 1º de janeiro de 2021", escreveu. Nos comentários da publicação, o chefe do Executivo respondeu um usuário que cobrou o "direito ao armamento".

O seguidor do presidente escreveu "Cadê o direito de armamento também Jair Messias Bolsonaro, ficou só no papel né". Em resposta, Bolsonaro citou que o projeto sobre o assunto está no Legislativo. "PL está no Congresso", disse. Nesta quarta-feira, está prevista na agenda pública de Bolsonaro a participação na reunião do Conselho de Estratégia Comercial da Camex.