Cotidiano

Brasil registra 229 mortes por covid-19 nas últimas 24 horas

O número de novas infecções notificadas foi de 7.293

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Brasil registra 229 mortes por covid-19 nas últimas 24 horas
fonte: Pixabay

O Brasil registrou 229 novas mortes pela covid-19 nesta sexta-feira, 10, total que foi afetado em alguns Estados após o ataque hacker à base de dados do Ministério da Saúde durante a última madrugada. Com isso, a média semanal de vítimas, que elimina distorções entre dias úteis e fim de semana, ficou em 183, a mesma dos dois anteriores e completando uma semana de estabilidade abaixo de 200.

continua após publicidade

O número de novas infecções notificadas foi de 7.293, enquanto a média móvel de testes positivos nos últimos sete dias foi de 7.856. No total, o Brasil tem 616.733 mortos e 22.182.820 casos da doença. Os dados diários do Brasil são do consórcio de veículos de imprensa formado por Estadão, g1, O Globo, Extra, Folha e UOL em parceria com 27 secretarias estaduais de Saúde, em balanço divulgado às 20h. Segundo os números do governo, 21,4 milhões de pessoas se recuperaram da doença no País.

São Paulo registrou 53 vítimas da covid nas últimas 24 horas, enquanto Minas Gerais teve o maior total para o período, com 57 óbitos. Acre, Amazonas, Goiás, Rondônia, Roraima e Tocantins não notificaram mortes nesta sexta.

continua após publicidade

De acordo com a Secretaria da Saúde da Bahia, o ataque de hackers sofrido pelo Ministério da Saúde impossibilitou a divulgação do boletim epidemiológico completo e os dados ainda podem sofrer alterações nos próximos dias. Segundo o comunicado da pasta, "a base ministerial tem, eventualmente, disponibilizado informações inconsistentes ou incompletas".

A Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas - Drª Rosemary Costa Pinto (FVS-RCP) também informa que os registros do Estado podem ser parciais e que "a atualização deve ser emitida após a normalização do tráfego na comunicação de dados". Em Pernambuco, a Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) afirmou que ainda aguarda mais informações do Ministério da Saúde sobre a invasão aos sistemas e ainda analisa o impacto do ocorrido.

O balanço de óbitos e casos é resultado da parceria entre os seis meios de comunicação que passaram a trabalhar, desde 8 de junho do ano passado, de forma colaborativa para reunir as informações necessárias nos 26 Estados e no Distrito Federal. A iniciativa inédita é uma resposta à decisão do governo Bolsonaro de restringir o acesso a dados sobre a pandemia, mas foi mantida após os registros governamentais continuarem a ser divulgados.

O Ministério da Saúde não divulgou os dados refentes à pandemia atualizados nesta sexta-feira. No total, segundo a pasta, o País tinha 22.177.059 pessoas infectadas e 616.457 óbitos até a véspera.

Tags relacionadas: #BRASIL #COVID-19 #PANDEMIA