Cotidiano

Bombeiros encontram homem morto em meio a entulhos de 30 anos

Paulo Sérgio, de 52 anos, era catador de recicláveis e os entulhos chegavam até o teto da casa. O homem estava desaparecido desde segunda-feira (18)

Da Redação ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline
Imagens feitas pela imprensa local, mostram entulhos até o teto da casa de Paulo
fonte: Edijan Del Santo/EPTV
Imagens feitas pela imprensa local, mostram entulhos até o teto da casa de Paulo

Nesta quarta-feira (20), agentes do Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil encontraram o corpo de um catador de recicláveis, que estava desaparecido desde segunda-feira (18), em meio a entulhos acumulados por cerca de 30 anos.

continua após publicidade

O caso aconteceu na cidade de Piracicaba, no interior de São Paulo, e teve início na noite desta terça-feira (19), após os Bombeiros serem acionados por vizinhos que não viram mais Paulo Sérgio Garcia, de 52 anos, e estavam preocupados. Devido a escuridão durante a noite, os agentes retornaram ao local na manhã desta quarta (20) e começaram a abrir caminho em meio ao lixo.

Imagens feitas pela imprensa local, mostram entulhos até o teto da casa de Paulo, o que dificultou a entrada dos agentes. Conforme um balanço parcial feito pela Defesa Civil, foram retiradas da casa três caminhões cheios de materiais, sendo que ainda há mais entulhos no local. O órgão acredita que serão necessários cerca de três dias completos para finalizar a limpeza.

continua após publicidade

"Tem 30 anos acumulando coisa", contou a irmã do homem, Tania Cristina Garcia. A mulher falou que mora no município de Rio Claro, em São Paulo, e não vinha visitar o irmão devido ao material acumulado. A mãe deles, que morreu há 10 anos, morava no mesmo local. "A minha mãe ia para minha casa uma vez por ano, ficava lá comigo, mas para cá mesmo eu não vinha, porque ela mesma falava para eu não vir porque não tinha como entrar", explicou.

De acordo com os vizinhos, Paulo vendia os materiais e fazia disso uma renda quando ainda morava com a mãe. Atualmente, ainda segundo os moradores, não mais comum vê-lo realizando as vendas.

A Prefeitura Municipal de Piracicaba se pronunciou sobre o caso, em nota, e informou que a Defesa Civil foi acionada pelos bombeiros para atender o caso. O coordenador da Defesa Civil, Odair Melo, explicou que chegou na casa às 08h com um caminhão, motorista e dois ajudantes e, desde então, eles tentaram avançar para acessar o interior da residência.

continua após publicidade

“Há um corredor de um metro de largura, mas o espaço liberado nele é de cerca de 40 centímetros. Estamos tentando limpar para poder, rastejando, acessar a casa”, explicou Mello, antes da localização do corpo.

O lixo ficou espalhado pela rua durante os trabalhos de retirada e para facilitar a remoção pelos caminhões que chegavam até o local. Por causa disso, foi necessário interditar a via.

O corpo foi removido pela funerária e encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML).

continua após publicidade


Fonte: Informações do g1.

GoogleNews

Siga o TNOnline no Google News