Bolsonaro diz que Brasil pode comprar vacina da Moderna contra covid - TNOnline
Mais lidas

    Cotidiano

    PANDEMIA

    Bolsonaro diz que Brasil pode comprar vacina da Moderna contra covid

    Bolsonaro diz que Brasil pode comprar vacina da Moderna contra covid
    Foto por Agência Brasil
    Escrito por Estadão
    Publicado em 01.01.2021, 15:02:00 Editado em 01.01.2021, 16:14:11
    Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.

    Em transmissão ao vivo em rede social, o presidente Jair Bolsonaro comentou na quinta-feira, 31, que o Brasil poderá comprar doses da vacina contra a covid-19 desenvolvida pela empresa norte-americana Moderna. Ele não abordou detalhes de como o acordo poderia ocorrer.

    O presidente citou um artigo científico publicado nesta semana no New England Journal of Medicine, que aponta eficácia de 94% do imunizante, a mesma anunciada antes pela empresa de biotecnologia. Ele também comentou sobre o início da vacinação em países como os Estados Unidos, a Alemanha e o Reino Unido, mas não abordou quando esse tipo de ação começará no País.

    "Além da Pfizer, temos uma outra agora que se apresenta no momento, a Moderna, que poderá ser adquirida pelo Brasil", afirmou.

    Desenvolvida em parceria com o Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas (Niad, na sigla em inglês), dos Estados Unidos, a vacina da Moderna está autorizada para uso nos Estados Unidos, desde 18 de dezembro, e no Canadá. Ela pode ser acondicionada em geladeiras por um mês e, se congelada, por até seis meses.

    No começo de dezembro, a Moderna disse que espera entregar até 125 milhões de doses no primeiro trimestre de 2021, a maioria (de 85 milhões a 100 milhões) será destinada aos Estados Unidos. O País tem um acordo com a empresa para o fornecimento de 200 milhões de doses, o suficiente para imunizar 100 milhões de norte-americanos.

    Na live, Bolsonaro destacou, ainda, que mantém contato diário com o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, sobre a pandemia no País. Ele também voltou a dizer que a vacinação contra o novo coronavírus não será obrigatória, mas voluntária, declarando que não tomará o imunizante por já ter sido infectado pela doença.

    "Parte da população clama por elas. Então, quem está querendo a vacina a gente vai acertar. Da nossa parte, é grátis e não obrigatório", declarou.

    Além disso, dentre outros assuntos, reclamou que o preço das seringas está mais alto na pandemia. Uma tentativa recente de compra de seringas e agulhas pelo Ministério da Saúde fracassou, em que, das 331 milhões de unidades pretendidas, somente foram ofertadas 7,9 milhões em pregão eletrônico realizado na terça-feira, 29. O número corresponde a cerca de 2,4% do total de unidades que a pasta desejava adquirir.

    Estadão Conteúdo

    Gostou desta matéria? Compartilhe!

    Mais matérias de Cotidiano

    Deixe seu comentário sobre: "Bolsonaro diz que Brasil pode comprar vacina da Moderna contra covid"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.