Cotidiano

Anvisa: CBF foi avisada sobre atletas que furaram quarentena

Conforme a Anvisa, quatro jogadores argentinos entraram de forma irregular no país ao negar que estiveram anteriormente no Reino Unido

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Anvisa: CBF foi avisada sobre atletas que furaram quarentena
fonte: Marcello Zambrana/AGIF
Anvisa: CBF foi avisada sobre atletas que furaram quarentena

A partida que ocorreria neste domingo (5) entre Brasil e Argentina, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo, foi suspensa após alguns jogadores argentinos, que estavam proibidos de jogar, irem a campo. De acordo com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e a seleção argentina haviam sido notificadas no sábado (4) sobre a proibição. 

continua após publicidade

“Desde a tarde deste sábado a Anvisa, em reunião com a participação de representantes da CONMEBOL, CBF e da delegação argentina recomendou a quarentena dos quatro jogadores argentinos”, disse a Anvisa.

Assim que o jogo começou, agentes da Anvisa, juntamente de policiais federais, entraram em campo e pararam a partida por conta de quatro atletas argentinos que furaram a quarentena imposta pelo governo. 

continua após publicidade

De acordo com a agência, os jogadores entraram no Brasil na manhã de sexta-feira (3) “prestando informações falsas”. A portaria n.º655/2021 estabelece que viajantes estrangeiros que tenham passagem, nos últimos 14 dias, pelo Reino Unido, África do Sul, Irlanda do Norte e Índia, estão impedidos de ingressar no Brasil.    

Os atletas Emiliano Martinez, Emiliano Buendia, Giovani Lo Celso e Cristian Romero entraram de forma irregular no país ao negar que estiveram anteriormente no Reino Unido, o que exigiria que fossem submetidos a quarentena. Três deles entraram em campo como titulares.

 Com informações; CNN.