Cotidiano

Antes de enterro, bebê dado como morto estava respirando

Um agente funerário percebeu que a criança apresentava sinais vitais

Da Redação ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline
Imagem ilustrativa da notícia Antes de enterro, bebê dado como morto estava respirando
fonte: Reprodução/G1

Um agente funerário notou, momentos antes de um enterro, que um bebê prematuro, de cinco meses, dado como morto, apresentava sinais vitais.

continua após publicidade

O caso aconteceu em Ariquemes, Rondônia, após a criança nascer "de surpresa", já que a mãe, de 18 anos, não sabia que estava grávida. De acordo com familiares, na segunda-feira (27), ela procurou atendimento na rede pública de saúde duas vezes sentindo fortes dores, mas foi mandada para casa ainda sem saber da gravidez.

Quando foi encaminhada ao hospital, a criança foi dada como "natimorta", segundo a declaração de óbito assinada pelos médicos de plantão. A mãe estava no quinto mês de gestação e o pequeno nasceu pesando pouco mais de 1 quilo.

continua após publicidade

O agente funerário relatou que foi chamado na unidade de saúde por volta de 3h da manhã para recolher o corpo e levar até a funerária. Algumas horas depois, enquanto realizava os procedimentos de preparação para o enterro, percebeu que o bebê suspirou e que a criança apresentava batimentos cardíacos.

Quando viu que o bebê estava vivo, o agente funerário o levou para o hospital. Desde então a criança está internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Neonatal de um hospital privado da cidade. O estado de saúde não foi divulgado.

Inconformados com toda a situação, os familiares e a funerária registraram um boletim de ocorrência na Unidade Integrada de Segurança Pública (Unisp) de Ariquemes. O caso deve ser investigado pela Polícia Civil.

Com informações do G1.

GoogleNews

Siga o TNOnline no Google News