Cotidiano

Adolescente desiste de se transformar em Ken Humano

Felipe Máximo Dias de Oliveira, de 17 anos, planejava passar por 42 procedimentos cirúrgicos para se parecer com o boneco.

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Adolescente desiste de se transformar em Ken Humano
fonte: Arquivo pessoal/Felipe Adam
Adolescente desiste de se transformar em Ken Humano

Felipe Máximo Dias de Oliveira, conhecido nas redes sociais como Felipe Adam, de 17 anos, anunciou recentemente que desistiu de seguir seu sonho de se transformar no Ken Humano. O adolescente pretendia fazer 42 procedimentos cirúrgicos para se parecer cada vez mais com o boneco.

continua após publicidade

Ele, que mora em Peruíbe, no litoral de São Paulo, contou que desde pequeno sonhava em se tornar cada vez mais parecido com o boneco. Como ainda não tinha idade para realizar os procedimentos estéticos que listava, usava a maquiagem como aliada na transformação.

"Uso uns 'truquezinhos' com maquiagem. Nunca fiz intervenção cirúrgica, mas tenho muita vontade. Me sinto obcecado por isso, gostaria muito de fazer. Sei todos os prós e contras, e a minha vontade é maior que a dor e os riscos. Não tenho medo nenhum", disse à época.

continua após publicidade

No entanto, recentemente, Felipe anunciou em suas redes sociais - onde se identificava como Ken Humano - que deixaria de perseguir esse sonho e viveria apenas como ele mesmo. "Estou só tirando um tempinho pra mim, porque o Ken não tem nada a ver com Felipe", respondeu a um seguidor sobre a mudança.

Antes, ele não saía de casa sem a maquiagem que o deixava semelhante ao boneco. Agora, ele diz que se sente bem consigo mesmo e não usa mais a caracterização no dia a dia. "De verdade. Antes essa questão envolvendo o personagem estava confuso na minha cabeça. Acabei me perdendo", avalia.

"Eu via problemas em mim que não existiam, não vejo necessidade de fazer nenhuma cirurgia agora. Me olhei no espelho e consegui me ver. Depois que tomo banho e tiro aquela maquiagem toda, estou bem comigo mesmo", desabafou.

continua após publicidade

Viver de maquiagem

Com a pandemia de Covid-19, Felipe perdeu alguns dos empregos informais que exercia para comprar as roupas, sapatos e maquiagens que usava para o personagem. "Comecei a ter crises de ansiedade e passamos necessidade financeira em casa", conta. "Acabei precisando deixar o personagem de lado para ter o que comer. Comecei a olhar pra mim de verdade".

O estudante conta que ainda enfrenta dificuldades financeiras, mas que espera conseguir viver da maquiagem. "Quero me especializar com cursos e, quem sabe, até usar o personagem para promover meu trabalho futuramente".

continua após publicidade

"Hoje eu me sinto realizado, por eu ter conseguido me enxergar e ver a minha beleza. Eu entendi que cada pessoa é linda do seu jeito. Continuo amando fazer o personagem, mas eu me amo mais como Felipe", finaliza.

Com informações: G1

Tags relacionadas: #covid19 #INUSITADO #São Paulo