Cotidiano

Adolescente coloca piercing em casa e morre de infecção

A adolescente, de 15 anos, colocou um piercing em si mesma, em casa. Ela começou a apresentar alguns problemas e descobriu também que era diabética

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Adolescente coloca piercing em casa e morre de infecção
fonte: Arquivo pessoal
Adolescente coloca piercing em casa e morre de infecção

No último dia 23, uma jovem, de 15 anos, implantou em piercing em si mesma, em casa, no município de Engenheiro Caldas, Minas Gerais. Izabela Eduarda de Sousa contou também com o auxílio de uma amiga para colocar o acessório na sobrancelha. 

continua após publicidade

Segundo a tia da jovem, Jurciene de Sousa, a menina pediu dinheiro aos pais para colocar o piercing, no entanto, eles não deram e pediram para a filha não colocar o acessório. "Ela pediu dinheiro para o pai e para a mãe, mas os dois não deram e pediram para ela não colocar. Mas jovem às vezes é desobediente e ela resolveu colocar mesmo assim", relata.

Após ter implantado objeto de forma caseira,  a adolescente teve alguns problemas. No dia 26 de junho, o olho esquerdo de Izabela apresentou irritação e inchaço. 

continua após publicidade

Ainda conforme a tia, no dia 24, a jovem tomou alguns remédios para o problema e foi levada para um posto de saúde para receber tratamento. "No domingo ela precisou ser medicada. Nós a levamos ao posto de saúde e o médico disse que a glicose dela estava alta. Ela era diabética, a gente nem sabia. Na segunda-feira ela piorou e foi levada para Governador Valadares pelo Samu", conta Jurciene. 

Izabela teve uma piora no quadro e precisou ser internado. A adolescente foi para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI), onde permaneceu por oito dias. Neste período, ela chegou a ser entubada e sofrer paradas cardíacas. 

No entanto, no último domingo (4), Izabela não resistiu e entrou em óbito. "Eu fico triste demais, ela era tão linda, tão jovem e vaidosa. E fico com muita pena da amiga, que está abalada e não tem culpa. E mais ainda do meu irmão, que perdeu a filha sem ter conhecido a menina pessoalmente", desabafou a tia. 

O pai da garota mora nos Estados Unidos há 15 anos. O homem só teve conhecimento que seria pai depois que chegou no país, de forma ilegal. O pai mantinha contato com a jovem somente pela internet.