Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Cotidiano

Pediatra orienta sobre o Sarampo

.

O sarampo é uma doença altamente contagiosa que pode ter complicações como pneumonias, infecção no ouvido médio e meningite, mas a medida para evitar essa doença é simples, a vacinação.

“O sarampo é transmitido por aerossóis ou secreções que podem ser provenientes da tosse ou espirro de quem está com o vírus. Os sintomas são febre progressiva, ou seja, ela começa com febre baixa e vai subindo gradualmente, mal estar, perda de apetite e apatia, no quinto dia a doença se manifesta a partir do exantema, ou seja, a criança passa a ter as lesões de pele características do sarampo. Caso esses sintomas apareçam procure assistência médica e em seguida levem a criança para ser vacinada”, explica o pediatra do Hospital da Providência Materno Infantil, Luiz Carlos Busnardo.

“Crianças que apresentem sintomas de sarampo não devem frequentar escolas, creches ou igrejas evitando assim, que outras crianças que ainda não foram vacinadas sejam infectadas. Recomenda-se que durante o período da doença a criança fique em casa”, afirma a Pâmela Lorena Anhani, enfermeira do Serviço de Controle de Infecção Hospitalar.

O médico afirma que o sarampo por ser uma doença viral, possui tratamento de suporte. “Deve-se manter a criança hidratada, controlar a febre e aguardar que o sistema imunitário da criança expulse o vírus, o que nós temos que tratar são as complicações como a pneumonia causada pelo estafilococo que é muito grave e a criança deve ser tratada com antibiótico de alta potência”, explica o médico.

De acordo com o pediatra toda criança deve ser vacinada. “A vacinação é imprescindível, é um dos cuidados que os pais têm que ter com seus filhos, assim como higiene, alimentação, carinho e proteção. Nenhum pai ou mãe pode deixar de levar seu filho para vacinar, a vacina é de graça, eficiente, com baixa reatividade”, afirma.

“A vacina contra o sarampo faz parte do calendário nacional de vacinação. Os pais devem ficar atentos as datas da carteira de vacinação de seus filhos”, finaliza Pâmela.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas de Cotidiano

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber