Procon já registrou 144 queixas sobre cancelamento de viagens - TNOnline
Mais lidas
Ver todos

    Cotidiano

    Procon já registrou 144 queixas sobre cancelamento de viagens

    Foto por
    Escrito por Agência de notícias do Paraná
    Publicado em Editado em
    Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

    O Procon-PR já recebeu até esta sexta-feira (13) 144 reclamações de consumidores que tiveram dificuldades para cancelar suas viagens aéreas para destinos com risco de coronavírus e receber ressarcimento das passagens por parte das companhias. O órgão é vinculado à Secretaria de Estado da Justiça, Família e Trabalho.

    “O consumidor que tiver alguma dificuldade para cancelar passagens aéreas ou pacotes turísticos pode procurar o órgão do consumidor para reclamar. Vale lembrar que nem todos os destinos são considerados risco para fins de cancelamento”, disse o secretário Ney Leprevost. São considerados como risco países com grande número de ocorrências de Covid-19.

    Em primeiro lugar, o consumidor deve entrar em contato com a empresa e tentar uma solução. Se não houver acordo, a alternativa é acessar a plataforma consumidor.gov.br, pelo site ou aplicativo celular, ou pode ir até o Procon-PR para formalizar a reclamação. “É importante utilizar esse canal de atendimento online. A empresa tem até 10 dias para dar o retorno da reclamação registrada. Todas as companhias aéreas participam, as nacionais e internacionais”, diz a chefe do Procon-PR, Claudia Silvano.

    Gostou desta matéria? Compartilhe!
    TNTV
    TNTV

    Covid-19: profissionais de saúde alertam para riscos da automedicação

    Deixe seu comentário sobre: "Procon já registrou 144 queixas sobre cancelamento de viagens"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.