Tráfego ficará mais ágil e seguro com a duplicação da Rodovia dos Minérios - TNOnline
Mais lidas
Ver todos

Cotidiano

Tráfego ficará mais ágil e seguro com a duplicação da Rodovia dos Minérios

Foto por
Escrito por Agência de notícias do Paraná
Publicado em Editado em
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

Depois de mais de 30 anos de espera pela população, as obras de duplicação da PR-092, a Rodovia dos Minérios, estão saindo do papel. O governador Carlos Massa Ratinho Junior vistoriou as obras nesta quinta-feira (05), no trecho entre Curitiba e Almirante Tamandaré. O Governo do Estado investe R$ 90,6 milhões para construir novas pistas, vias marginais, dez pontes, quatro viadutos, passarela, calçadas e ciclovias neste trecho, que tem extensão de 4,74 quilômetros.

A PR-092 é uma das rodovias mais importantes da Região Metropolitana de Curitiba, ligando a Capital às cidades de Rio Branco do Sul, Itaperuçu, Almirante Tamandaré e à região do Vale do Ribeira, funcionando como um corredor de escoamento de calcário, cimento, minérios e da produção hortifrutigranjeira. Em 2013, quando foi elaborado o estudo de volume de tráfego, 18 mil veículos circulavam pela via diariamente. O número, porém, deve ter aumentado nos últimos anos.

A obra de duplicação começa um pouco antes da ponte sobre o Rio Barigui, próximo ao entroncamento com a PR-418, o Contorno Norte de Curitiba. “A Rodovia dos Minérios acabou caindo no esquecimento. Há 30 anos havia a promessa de duplicação, que não aconteceu ao longo das últimas décadas. Com um ano de governo, fizemos ajustes e conseguimos fazer esse grande investimento”, afirmou o governador. “A ideia é que esse trajeto fique mais seguro e mais rápido para as pessoas que utilizam a rodovia”.

“As obras já começaram, os operários e os maquinários já estão trabalhando e o DER faz o trabalho de fiscalização. Nosso compromisso é entregar esse projeto o mais rápido possível”, salientou Ratinho Junior. Ele acrescentou que esse investimento de R$ 90 milhões faz parte de um pacote de obras do Governo do Estado para a Região Metropolitana, para modernizar a infraestrutura, diminuir o número de acidentes nas cidades e trazer mais comodidade para os cidadãos.

O prefeito de Almirante Tamandaré, Gerson Colodel, explicou que todos os municípios, desde Doutor Ulysses até Curitiba, dependem da rodovia, que já não suporta o tráfego diário de veículos. “A rodovia é uma ligação importante com a Capital, com um tráfego grande de caminhões que transportam principalmente minérios. Ela está estrangulada e necessita muito dessa duplicação”, afirmou. “Além deste trecho inicial, já está sendo projetado um segundo trecho, até o quilômetro 16, onde haverá a ligação com o Centro de Almirante Tamandaré”, disse.

SERVIÇOS – Estão sendo executados os serviços de terraplanagem, remoção de árvores na faixa de domínio da rodovia e limpeza para dar continuidade ao processo de aterramento. São os procedimentos iniciais que precedem a construção das pontes e pistas. Desde meados de fevereiro, o Departamento de Estradas de Rodagem (DER) interditou a pista esquerda sobre a ponte do Rio Barigui, próximo ao Contorno Norte de Curitiba, para execução de seis estacas que servirão de fundações para uma nova ponte.

A previsão é que este primeiro trecho seja concluído em dois anos, mas novas frentes de trabalho devem acontecer na sequência, totalizando 20 quilômetros de duplicação. “É uma execução complexa por estar no perímetro urbano e contar com inúmeras obras de arte, como pontes e viadutos. Mas o nosso maior desafio agora é continuar com o projeto por mais 15 quilômetros”, afirmou o secretário de Estado da Infraestrutura e Logística, Sandro Alex.

O secretário explicou que o DER é responsável por toda a fiscalização e vai atuar para que esses primeiros quilômetros sejam concluídos dentro do prazo e com eficácia. “No trecho subsequente, que já tem os recursos garantidos, nos deparamos com uma caverna, um problema geológico que temos que superar. Mas nossos técnicos já estão debruçados para continuar o projeto por mais dois quilômetros”, disse.

PISTAS – Após a conclusão das obras de arte especiais serão executados os serviços nas pistas da rodovia. Eles começam com a terraplenagem e pavimentação das vias marginais, que terão oito metros de largura e sentido único. Após sua conclusão, elas vão receber o tráfego da via principal, que será fechada para a duplicação. Somente nos pontos sem marginais ficará aberta uma pista simples no período das obras. O objetivo é garantir que os condutores possam utilizar a rodovia durante a realização dos serviços com o mínimo de interferência possível.

Juntamente com as marginais, serão implantadas calçadas para pedestres e ciclovia em ambos os lados da pista e nos trechos sem marginal. Além disso, a obra inclui uma passarela para pedestres, próxima ao quilômetro 11, em um local de travessia de estudantes e de ligação entre bairros.

Na via central da rodovia será implantado o pavimento rígido, constituído por placas de concreto de cimento de 27 centímetros de espessura, mais adequado para o volume de tráfego local, assim como para as características do solo da região. Cada sentido da rodovia terá duas faixas de 3,6 metros cada e acostamentos nos dois os lados.

DRENAGEM – Também estão previstas a instalação de bueiros, bocas de lobo, sarjetas e drenos para lidar com a água da chuva e o lençol freático. Tanto a via central quanto as marginais terão bueiros simples tubulares de concreto (BSTC) novos para escoamento.

Sarjetas de concreto farão a drenagem superficial, captando a água da chuva e conduzindo-a para saídas laterais, enquanto a drenagem subterrânea será feita com a implantação de drenos longitudinais, que interceptam e rebaixam o lençol freático, preservando a terraplenagem e o pavimento. Outros serviços de drenagem incluem a implantação de galerias, canaleta, caixas coletoras, caixa de ligação, descidas e entradas d’água.

A duplicação da PR-092 também contempla sinalização horizontal (pintura de linhas, faixas, símbolos e colocação de tachas refletivas) e sinalização vertical (placas), iluminação com postes de 12 metros de altura em intervalos de 40 metros, contenção com aterros e cortinas atirantadas, serviços complementares (abrigos em pontos de ônibus, cercas, rampas para acessibilidade, piso tátil, entre outros) e o remanejamento das redes de água e de esgoto.

DELEGACIA CIDADà– Ratinho Junior também vistoriou as obras da Delegacia Cidadã de Almirante Tamandaré, que iniciaram há um ano. Localizada no Jardim Monte Santo, próximo ao Parque Municipal Ambiental Anibal Khury, o espaço terá uma área de 1.290 metros quadrados.

A delegacia cidadã é um novo modelo de atendimento em delegacias no Paraná, com espaços específicos e reservados para separar vítimas de agressores e possibilidade de auxílio de assistentes sociais e psicólogos, quando necessário. Unidades como esta contam com ambientes diferenciados para o primeiro atendimento ao cidadão e áreas específicas para confecção dos boletins de ocorrência, um formato permite preservar a identidade das pessoas que são atendidas.

A unidade não funcionará como carceragem, mas terá quatro celas apenas para permanência temporária de presos que estejam aguardando transferência para alguma penitenciária. Também contará com atendimento automatizado; vestiários e sanitários para o público; auditório e sala de reuniões; salas para Defensoria Pública; Ministério Público; atendimento psicossocial; sala de custódia; parlatório; salas separadas para vítima e suspeito; sala de reconhecimento; sala de visitas; entre outras dependências.

PRESENÇAS – Acompanharam a vistoria o presidente da Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba (Comec), Gilson Santos; o diretor-presidente da Agência Reguladora do Paraná (Agepar), Omar Akel; os deputados estaduais Alexandre Curi e Rubens Recalcatti; e técnicos do DER.

Deixe seu comentário sobre: "Tráfego ficará mais ágil e seguro com a duplicação da Rodovia dos Minérios"

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Candidatos

Não encontramos candidatos com o filtro selecionado.