Delegado e esposa haviam discutido horas antes; mãe e filha morreram abraçadas - TNOnline
Mais lidas
Ver todos

    Cotidiano

    Delegado e esposa haviam discutido horas antes; mãe e filha morreram abraçadas

    Foto por
    Escrito por da redação
    Publicado em Editado em
    Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

    O delegado Erik Busetti, de 45 anos,  ficou em silêncio durante o interrogatório na madrugada desta quinta-feira (5),  na Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), em Curitiba. Ele só vai se manifestar diante da Justiça. Busetti foi preso em flagrante por volta das 23h30 desta quarta-feira (4), após assumir no local que matou a tiros a esposa e a enteada na casa da família, no bairro Atuba. Mãe e filha foram encontradas abraçadas ao lado do sofá.

    De acordo com a delegada Camila Cecconello, vizinhos informaram que Busetti e a esposa, a escrivã da Polícia Civil Maritza Guimarães de Souza, de 41 anos, discutiram durante a tarde. Os dois estavam em processo de divórcio. “Eles discutiram à tarde, o delegado Erik foi embora e voltou à noite. Não sabemos se as duas estavam na sala no momento em que ele chegou. As duas estavam abraçadas. A mãe sobre a filha, talvez tentando protegê-la, mas só a perícia vai apontar se houve ou não chance de defesa e se elas foram surpreendidas ou não”, afirmou a delegada.

    Quando os socorristas chegaram, Maritza e a filha Ana Carolina Souza já estavam mortas. O marido deu pelo menos quatro tiros contra as duas.

    “Depois dos disparos, ele foi ao quarto e pegou a filha dele de 9 anos e a levou até uma vizinha. A menina estava dormindo e acordou com o barulho dos tiros. Ele pediu para a vizinha chamar a polícia e sentou na calcada a espera da PM, com a arma ao lado”, disse a delegada.

    Segundo a polícia, Maritza não estava perto da arma que tinha em casa na hora do ataque. A delegada afirmou que o inquérito deve se encerrar em até 10 dias”.

    “É um duplo caso de feminicídio com autoria conhecida. Vamos ouvir vizinhos e parentes e em 10 dias deveremos concluir o inquérito”, completou.

    (Banda B)



    Gostou desta matéria? Compartilhe!
    TNTV
    TNTV

    Como reestruturar e garantir a sobrevivência do meu negócio?

    Deixe seu comentário sobre: "Delegado e esposa haviam discutido horas antes; mãe e filha morreram abraçadas"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.