Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Cotidiano

Mulher denuncia fotógrafo por assédio sexual em Londrina

.

Post publicado pela londrinense em seu Facebook (Reprodução)
Post publicado pela londrinense em seu Facebook (Reprodução)

Uma londrinense, que vive atualmente em Portugal, denunciou na tarde desta terça (3), através do Facebook, um conhecido fotógrafo de Londrina e região, por assédio sexual. 

No texto escrito pela mulher, ela conta que em um dos ensaios, ele passou a dar ideias de poses para as fotos. Ela fala que o fotógrafo se aproximou dela por trás e até colocou a mão dentro de seu sutiã. 

O post viralizou no Facebook e soma mais de 700 compartilhamentos, além de comentários de outras mulheres denunciando o mesmo fotógrafo. 

Leia o post na íntegra: 

DENÚNCIA 

“Passou muito tempo desde o ocorrido, mas não sai da minha cabeça que isso pode estar acontecendo a outras meninas até hoje. Confesso que ainda estou com medo do que to fazendo. Quando eu morava em Londrina, havia um fotógrafo que fazia ensaios femininos muito lindos, desde meninas “normais” até ensaio de Miss.
Esse fotógrafo tinha um preço que nunca foi acessível pra mim, até ele me convidar para ser modelo dele, com a desculpa de que pro menos 1 vez por mês, ele convidava alguém que tinha vontade de fotografar. Eu logo aceitei, pois admirava seu trabalho e era um sonho pra mim. Chegando lá, a assistente dele me recebeu, fui maquiada e depois disso, o ensaio era só entre mim e ele. Não é difícil fazer uma linha cronológica sobre os fatos, mas quero ser bem breve para chegar na parte principal disso tudo.
Fiz algumas fotos em estúdio, outras mais descontraídas em uma rede, e foi aí que tudo começou. Sempre havia uma desculpa de que algo não estava bom, e aí ele passou a dar “ideias e ajudas” nas poses. Eu nunca tinha sido fotografada e não sabia até onde eram os limites daquilo tudo. Houve desde o encoxar para me colocar em poses, até colocar a mão dentro do meu sutiã e ajeitar o meu seio pra parecer mais volumoso. Em certa altura, o sutiã não podia aparecer, ele tirou meu sutiã e ficou por alguns minutos massageando os meus seios e falando que são lindos e afins. Eu fiquei congelada, não consegui reagir e demorou um bom tempo pra eu perceber que aquilo não era culpa minha, e que aquilo não era normal.
Tentou tirar a minha calcinha pra que eu colocasse uma branca, pois a minha “não combinava no ensaio” e eu não deixei. Eu não sei até onde isso teria ido se eu não tivesse finalmente conseguido falar um não. Eu conversei com a assistente dele, disse q tava me sentindo desconfortável e ela disse que ele é “assim mesmo bem brincalhão” e ficou por isso mesmo. Sai de lá me sentindo suja, me sentindo usada e sem entender o que tinha acabado de acontecer. Talvez se eu ainda estivesse em Londrina, eu não teria coragem de expor isso. Mas penso que isso deve continuar a acontecer e eu não quero mais guardar isso pra mim.
E por fim, o nome dele é XXXXX e eu me recuso a acreditar que fui a única entre uma centena de meninas a passar por isso.
Bom dia!”


O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas de Cotidiano

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber