Sambódromo do Anhembi recebe neste sábado (22) sete escolas do Grupo Especial - TNOnline
Mais lidas
Ver todos

    Cotidiano

    Sambódromo do Anhembi recebe neste sábado (22) sete escolas do Grupo Especial

    Foto por
    Escrito por Agência Brasil
    Publicado em Editado em
    Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

    Pela segunda e última noite no carnaval de 2020, as agremiações do Grupo Especial desfilam nesta sábado (22), no sambódromo do Anhembi, capital paulista. As apresentações começam às 22h30.

    A Pérola Negra será a primeira a percorrer a avenida. Atual campeã do Grupo de Acesso, a escola homenageia o povo cigano, apropriando-se do lema "O céu é meu teto, a terra é minha pátria e a liberdade minha religião". Por isso, além das tonalidades tradicionais do grupo, preto, branco, azul e carmim, também o prateado colore as fantasias do enredo deste ano, Bartali Tcherain - A estrela cigana, brilha na Pérola Negra!.

    Em seguida, a passarela recebe a Colorado do Brás, que compôs o samba Que rei sou eu? para contar a história de Dom Sebastião. O monarca herdou a coroa aos três anos de idade e assumiu o trono aos 14. A escola, que voltou a integrar o Grupo Especial em 2019, após uma pausa de 25 anos, começa a desfilar às 23h35.

    A Gaviões da Fiel é a terceira escola da programação, com horário reservado para 00h40. O grupo entra no sambódromo com o samba-enredo Um não sei quê, que nasce não sei onde, vem não sei como e explode não sei porquê…, uma ode ao amor.

    À 1h45, o público acompanhará a Mocidade Alegre, que propõe uma reflexão sobre a relação da humanidade com a natureza. Em referência às yabás, como também são chamados os orixás femininos, o enredo foi batizado de Canto das Yabás, Renasce uma Nova Morada.

    A escola, criada em meados de 1960, cede lugar à Águia de Ouro, que nasceu uma década depois, a partir de rodas que animavam partidas do time de futebol Faíscas de Ouro. O samba-enredo da agremiação aborda a sabedoria e leva o título de O poder do saber. Se saber é poder… quem sabe faz a hora, não espera acontecer. A apresentação poderá ser conferida às 2h50.

    Na sequência, ganha destaque a escola de samba Unidos de Vila Maria, com uma incursão em torno da cultura chinesa, surgida do enredo China: o sonho de um povo embala o samba e faz a vila sonhar. O desfile está marcado para as 3h55.

    A madrugada vai chegando ao fim e quem estará na avenida quando o sol raiar, às 5h, é a Rosas de Ouro. O convite aos foliões é para uma viagem pelos Tempos Modernos, guiada pelo personagem robô ROXP4.

    A partir de amanhã (23), quem tem passagem é o Grupo de Acesso, segunda divisão da Liga Independente das Escolas de Samba de São Paulo (Liga SP). A escola Independente Tricolor abrirá os desfiles, às 21h, disseminando entre os foliões uma mensagem de esperança.

    Gostou desta matéria? Compartilhe!
    TNTV
    TNTV

    Como reestruturar e garantir a sobrevivência do meu negócio?

    Deixe seu comentário sobre: "Sambódromo do Anhembi recebe neste sábado (22) sete escolas do Grupo Especial"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.